Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 26 de Novembro de 2021

Sidrolandia

Daltro pode estar devolvendo Secretaria à Marqueti para atender Delcidio

Marcos Tomé/Região News

04 de Março de 2011 - 17:00

Daltro pode estar devolvendo Secretaria à Marqueti para atender Delcidio
Daltro pode estar devolvendo Secretaria - Marcos Tom

A decisão do prefeito Daltro Fiúza de trazer de volta o professor Marcio Marqueti ao comando da Secretaria Municipal de Assistência Social, mesmo ele não tendo  o controle do diretório municipal do PT pode ter sido motivado pelo interesse em atender ao senador Delcidio do Amaral, parlamentar da bancada de Mato Grosso do Sul que mais tem viabilizado recursos para obras e projetos da prefeitura de Sidrolândia.

Marqueti, que poderá ter o direito de indicar cinco militantes do grupo que o acompanha dentro do PT para cargos de diretoria na Secretaria, sempre se alinhou com o senador que pode ter intercedido em seu favor junto ao prefeito.

Se confirmada a volta de Márcio Marqueti para a Secretaria de Assistência Social, o prefeito continuará em minoria na Câmara Municipal, já que os ex-secretários vinculados ao presidente do Legislativo, Paulo Atílio (de Administração) e Eliane Salvati (de Desenvolvimento Rural)  estão fora do seu primeiro escalão.

O vereador Jean Nazareth garante que mesmo diante da disposição de Daltro Fiúza de tentar isolá-lo dentro do PT, manterá sua decisão de votar a favor dos projetos do Executivo que forem de interesse da população. “Sidrolândia não pode ser sacrificada por conta de diferenças partidárias momentâneas”, declarou Jean.

ACERTOS

Daltro Fiuza manteve agenda com lideranças petistas a portas fechadas para analisar acordo de retomada do espaço, antes ocupado pelo partido. Durante encontro Fiuza teria oferecido aos militantes em forma de atrativo, a Secretaria de Assistência Social e mais cinco diretorias conforme já citado anteriormente.

A princípio, os petistas concordaram em partes com a oferta de Fiuza, porém, exigiram no lote de cargos, a Secretária de Desenvolvimento Rural, pasta também pertencente ao grupo petista. Por outro lado Daltro prometeu analisar o pedido para manifestar seu veredito final sobre o assunto.