Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 28 de Janeiro de 2022

Sidrolandia

Detran vistoria veículos do transporte escolar

Ao fim das vistorias, será divulgada no site a lista de empresas de transporte escolar que foram credenciadas para este semestre

Diario MS

24 de Fevereiro de 2011 - 09:19

O Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito) realiza, até o fim de março, inspeção nos veículos de transporte escolar de Mato Grosso do Sul. Os automóveis destinados à condução coletiva de estudantes só poderão circular com a autorização emitida pelo órgão.

Em Dourados, a vistoria foi realizada nos dias 22 e 23 de fevereiro. Durante os dois dias, pelo menos, 60 veículos passaram pela inspeção no município. De acordo com a técnica do Detran da cidade, Juliana Candelária Ribeiro, não houve nenhum caso grave constatado durante a fiscalização. “Todos os que vieram até o Detran estão com documentação adequada e apresentam boas condições. Houve alguns probleminhas na parte elétrica, mas tudo isso é fácil de ser resolvido”, afirma.

A vistoria do transporte escolar é feita pelo Detran-MS duas vezes, no início e no meio do ano. O objetivo é verificar as condições do veículo, como tacógrafo, pneus, cinto de segurança para todos os escolares, extintor de incêndio, sinalização e outros itens que garantem a segurança das crianças.

Além do veículo, as condições do motorista também são verificadas. O condutor precisa ter curso de formação específico, habilitação categoria “D”, não ter cometido infração grave, gravíssima ou ser reincidente na infração média e não ter antecedentes criminais.

O processo é aprovado pelos profissionais do setor de transporte. “A vistoria é fundamental, porque transportamos alunos de todas as idades e os veículos precisam estar seguros”, diz o motorista, Geraldo Rosa Pinheiro.

Para o dono de van, Wagner Rabelo, além de garantir a segurança, a vistoria nos veículos colabora com os profissionais regulares. “Essa fiscalização é muito importante para selecionar o pessoal que trabalha com transporte. Nós temos altos custos com seguros e com a documentação para estar legalizado e, sem isso, os clandestinos cobram mais barato e atrapalham o mercado”, coloca Rabelo.

De acordo com a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos, antes da vistoria no Detran o proprietário do transporte escolar precisa solicitar o alvará no Departamento de Trânsito da prefeitura. O veículo passa por uma vistoria da parte mecânica para receber o documento. Somente com os selos do Detran e da Semsur o veículo está apto para fazer o transporte escolar.

Segundo o gerente do Detran em Dourados, Aparecido Dias Duarte, a vistoria é importante, já que a partir de hoje será iniciada uma operação envolvendo todos os organismos policiais do Estado, para fazer um “pente fino” nos veículos de transporte escolar. Quem não tiver regularizado perante o Detran e prefeitura pode sofrer punições.

O cronograma da fiscalização do transporte escolar no interior já está disponível no site www.detran.ms.gov.br. Os pais que verificarem irregularidades também podem fazer denúncia no endereço eletrônico. Ao fim das vistorias, será divulgada no site a lista de empresas de transporte escolar que foram credenciadas para este semestre.