Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 1 de Dezembro de 2021

Sidrolandia

Divulgadores da Telexfree ameaçam fechar rodovia para protestar na Capital

O presidente é o divulgador José Maia que, nestes 47 dias com serviço parado, estima perda de R$ 300 a R$ 400 mil.

Campo Grande News

05 de Agosto de 2013 - 13:55

Cerca de 30 divulgadores da empresa Telexfree estão reunidos perto do pontilhão na saída para Três Lagoas, em Campo Grande, com o intuito de bloquear o trânsito naquela região em protesto à paralisação do serviço determinado pelo Judiciário do Acre desde o dia 18 de junho. Segundo Macksom Viana, a movimentação será feita simultaneamente em todo o Brasil, eles aguardam a junção de, pelo menos, 350 pessoas para bloquear o trânsito.

Para eles a concepção de pirâmide, como a Justiça classificou a Telexfree, é pejorativa e tem prejudicado a imagem do serviço. “A forma que as pessoas falam é errada. Na Espanha, Estados Unidos e França esse trabalho representa 25% do PIB (Produto Interno Bruto)”, disse. Para dar mais sustentação ao ofício de divulgador, eles fundaram ontem a Associação Sul-mato-grossense de Marketing Multinível.

O presidente é o divulgador José Maia que, nestes 47 dias com serviço parado, estima perda de R$ 300 a R$ 400 mil. “Mas estamos aqui não por nós que já ganhamos, mas sim por quem fez investimento e não teve respaldo por conta da paralisação”, contou Maia. Eles ressaltam também que a decisão judicial só poderia ter validade dentro do Acre, pois foi determinada via MPE (Ministério Público Estadual).

Sem revelar nomes, os divulgadores garantiram que um senador sul-mato-grossense, dois deputados federais e dois vereadores de Campo Grande estão apoiado o grupo. “Mas não podemos dizer quem são porque queremos ver se há realmente interesse em nos ajudar ou estão querendo angariar votos”, concluiu.