Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 5 de Dezembro de 2021

Sidrolandia

É errado morar juntos antes do casamento?

Qual é o conceito da Bíblia sobre esse assunto? Para responder, precisamos analisar o que a Palavra de Deus tem a dizer sobre a instituição do casamento.

watchtower

26 de Abril de 2011 - 17:45

Dificilmente. Afinal, se mais tarde descobrisse que a roupa não serviu, você teria perdido tempo e dinheiro.

É assim que muitas pessoas raciocinam quando o assunto é casamento. Acham melhor que um homem e uma mulher morem juntos antes de se casar. ‘Se não der certo’, raciocinam, ‘cada um pode tomar seu caminho sem precisar passar pelo processo do divórcio, que é complicado e caro’.

Alguns pensam assim porque talvez tenham observado o relacionamento conturbado de um amigo casado. Ou pode ser que tenham notado os efeitos traumáticos de um casamento sem amor. Em resultado disso, podem achar que morar juntos antes de se casar é uma precaução sensata.

Qual é o conceito da Bíblia sobre esse assunto? Para responder, precisamos analisar o que a Palavra de Deus tem a dizer sobre a instituição do casamento.

“Uma só carne”
A Bíblia apresenta um conceito elevado do casamento, o que não é de surpreender, pois ele foi instituído e autorizado pelo próprio Jeová Deus. (Gênesis 2:21-24) Desde o início, o objetivo de Jeová era que homem e mulher se tornassem “uma só carne” por meio do casamento. (Gênesis 2:24) Após citar essa passagem da Bíblia, Jesus acrescentou: “O que Deus pôs sob o mesmo jugo, não o separe o homem.” — Mateus 19:6.

É verdade que alguns que se casam acabam se divorciando.* Mas, quando isso acontece, não é porque há algo errado com a instituição do casamento em si; o divórcio ocorre porque um ou ambos os cônjuges não cumpriram seus votos maritais.

Para ilustrar: imagine que um homem e uma mulher tenham um carro, mas não fazem manutenção nele de acordo com as especificações do fabricante. Se o carro quebrar por causa disso, de quem é a culpa? Do fabricante ou dos donos do carro, que não fizeram as manutenções rotineiras?

Esse princípio também se aplica ao casamento. Quando marido e esposa fazem “manutenção” em seu relacionamento e estão determinados a resolver seus problemas por aplicar os princípios da Bíblia, raramente o divórcio será uma opção. O casamento transmite uma sensação de segurança porque os cônjuges estão comprometidos um com o outro. Essa união se torna a base para um relacionamento de amor.

‘Abstenham-se de fornicação’
Mas alguns talvez pensem: ‘Por que não morar juntos antes? Afinal, testar o relacionamento antes de um compromisso tão sério mostra reconhecimento pela santidade do casamento.’

A resposta da Bíblia é clara. Paulo escreveu: ‘Abstenham-se de fornicação.’ (1 Tessalonicenses 4:3) O termo “fornicação” refere-se a qualquer relação sexual fora do casamento. Isso inclui sexo entre um homem e uma mulher que moram juntos sem estar casados. Então, de acordo com a Bíblia, seria errado duas pessoas morarem juntas — mesmo que tenham a intenção de se casar depois.

Será que o conceito da Bíblia é antiquado? Alguns acham que sim. Afinal, em muitos países, morar juntos — com ou sem intenção de se casar — é considerado normal. Mas pense nas conseqüências. Será que as pessoas que fazem isso encontraram o segredo da felicidade familiar? São mais felizes do que as que se casam? Será que há um índice maior de fidelidade entre os casais que moraram juntos antes do casamento? Pesquisas indicam que não. Na realidade, constatou-se que as pessoas casadas que moraram juntas antes tiveram muito mais problemas conjugais que resultaram em divórcio.


‘PECAR CONTRA O PRÓPRIO CORPO’
A Bíblia declara: “Quem pratica a fornicação está pecando contra o seu próprio corpo.” (1 Coríntios 6:18) Em décadas recentes, a morte de milhões de pessoas por causa de aids e outras doenças sexualmente transmissíveis mostra que essas palavras são verdadeiras. Mas isso não é tudo. Pesquisas indicam que a depressão e tentativas de suicídio são mais comuns entre jovens que são sexualmente ativos. A promiscuidade também resulta em gravidez indesejada, que em alguns casos leva mulheres a querer abortar o bebê. Em vista dos fatos, podemos concluir que o código de moral da Bíblia não é antiquado.


Mas alguns especialistas dizem que essas pesquisas não refletem a realidade. Por exemplo, uma psicóloga afirmou que o resultado dessas pesquisas não se deve ao fato de um casal morar junto antes do casamento ou não. Segundo ela, o motivo é que os dois grupos analisados — os que moraram juntos antes de se casar e os que decidiram não fazer isso — tinham perfis diferentes. Assim, ela concluiu que o que faz a diferença é “valorizar o estado de estar casado” e não o fato de morar juntos ou não antes do casamento.

Mesmo que seja verdade, isso simplesmente destaca a importância de se ter o conceito de Deus sobre o casamento. A Bíblia diz: “O matrimônio seja honroso entre todos.” (Hebreus 13:4) Quando um homem e uma mulher prometem permanecer juntos como “uma só carne” e honrar o matrimônio, eles criam um vínculo que não pode ser facilmente rompido. — Eclesiastes 4:12.

Retomando a ilustração do início do artigo, realmente faz sentido experimentar uma roupa antes de comprá-la. Mas isso não se aplica a morar juntos antes de se casar. Na verdade, significa que é preciso tempo para conhecer bem a pessoa com quem você pretende se casar. Embora não se costume dar importância a esse aspecto vital, ele é um dos muitos segredos para uma família feliz.

JÁ SE PERGUNTOU?
Por que a Bíblia diz que apenas pessoas casadas podem ter intimidade sexual? — Salmo 84:11; 1 Coríntios 6:18.
Que qualidades você deve procurar num marido ou numa esposa? — Rute 1:16, 17; Provérbios 31:10-31.

A Bíblia permite o divórcio e um novo casamento quando um dos cônjuges se envolve em relações sexuais fora do casamento. — Mateus 19:9.