Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 29 de Novembro de 2021

Sidrolandia

Edno vai cobrar do INCRA estrutura e reserva de lotes para acampados de Sidrolândia

A Fazenda Nazaré, de 2.500 quilômetros, fica a praticamente 100 quilômetros do perímetro urbano do município

Flávio Paes/Região News

19 de Julho de 2013 - 09:00

Foto: Natalicio Mello/Região News

Edno vai cobrar do INCRA estrutura e reserva de lotes para acampados de Sidrolândia

O vereador Edno Ribas (PDT) vai apresentar indicação logo no reinício das atividades legislativas em agosto, para reivindicar do superintendente regional do INCRA, Celso Cestari, que reserve pelo menos metade dos lotes da Fazenda Nazaré, adquirida para implantação de mais um assentamento (o 24º do município) para famílias acampadas em Sidrolândia.


“Estive na área e no acampamento existente em frente da propriedade. Não encontrei um único sem terra do nosso município. Não é justo que os trabalhadores rurais sidrolandenses sejam preteridos. Afinal, a cidade terá de absorver o impacto do novo assentamento na área da saúde, educação, manutenção de estradas vicinais”, observa.


A Fazenda Nazaré, de 2.500 quilômetros, fica a praticamente 100 quilômetros do perímetro urbano do município. Fica numa região muito mais próxima de Nova Alvorada do Sul e Campo Grande, que de Sidrolândia. “Espero que desta vez o INCRA não cometa os mesmos erros da Eldorado, onde á mais de sete anos, muitas famílias ainda estão morando sob o barraco de lona, não tiveram acesso ao crédito do Pronaf, porque ainda não receberam o DAP”, comenta o representa do PDT.


Para Edno é fundamental que o processo de seleção seja rigoroso, evitando que sejam escolhidas pessoas sem vocação para o trabalho lavoura, até por problemas de saúde. “O mínimo é que os futuros assentados só entrem na propriedade, quando os lotes já tiveram cortado, com o crédito de fomento inicial liberado e a documentação da moradia encaminhada”, observa. No Eldorado, mais de 35% das famílias que receberam áreas abandonaram ou venderam.


No caso da Fazenda Nazaré, lembra o vereador, fundamental também criar o mais rapidamente possível as vias de acesso ao futuro assentamento que faz fundos com o Assentamento Alambari. “Os acampados que estão, até proximidade, são mais ligados ao distrito de Anhanduí, onde há escola, posto de saúde e um pequeno comércio”, observa.