Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 17 de Maio de 2022

Sidrolandia

Em 11 cidades de MS já choveu mais este mês do que em 30 anos

Conforme levantamentos da Defesa Civil, 22 pontes foram danificadas, sendo 21 municipais e uma estadual.

Campo Grande News

30 de Novembro de 2015 - 17:10

Em 11 cidades de Mato Grosso do Sul choveu mais neste mês do que nos últimos 30 anos. Dados do Cemtec (Centro de Monitoramento de Tempo e Clima de MS) mostram que em quatro cidades principais o aumento da chuva passou dos 100%.

O fenômeno El Niño é o grande responsável pela grande quantidade de chuva que tem atingido Mato Grosso do Sul. Para se ter ideia, a média histórica de chuva em Sete Quedas para novembro é de 185,4 milímetros, mas este mês já choveu 476 milímetros, aumento de 157%.

A meteorologista Cátia Braga conta que só no sábado (28) choveu 84,2 milímetros em Sete Quedas e que é comprovado que o El Niño incide com mais força na região sul do Estado, por isso, essas cidades são as mais atingidas.

A estação meteorológica de Sete Quedas foi instalada em 2008, portanto não existe registro de chuva antes disso. Cátia lembra que em 1997/98 houve um El Niño com alta intensidade, mas que não há registro no Cemtec. Nos últimos sete anos não houve um volume de chuva tão grande quanto agora.

Em Itaquiraí já choveu 152% acima da média histórica de 158,4 milímetros. Em Amambai já são 405,4 milímetros de chuva neste mês, 117% a mais que os 186,8 milímetros da média histórica. Bela Vista Dourados, Ivinhema, Juti, Ponta Porã, Porto Murtinho, Rio Brilhante e Três Lagoas são as demais cidades que tiveram mais chuva que a média histórica.

Por conta disso, oito cidades já decretaram situação de emergência devido aos estragos causados pela chuva e outras quatro também podem fazer o decreto. Conforme levantamentos da Defesa Civil, 22 pontes foram danificadas, sendo 21 municipais e uma estadual. Outras 36 pontes foram destruídas, sendo duas pontes estaduais em Amambai e uma em Paranhos.