Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 2 de Março de 2021

Sidrolandia

Em 45 horas de buscas, 8 corpos foram encontrados no Rio Paraguai

A oitava vítima localizada é Manuel Coelho Siena, que a família acreditava ter sido o primeiro a ser encontrado hoje (26)

Campo Grande News

26 de Setembro de 2014 - 16:52

Depois de 45 horas de buscas e o envolvimento de 50 pessoas nos trabalhos de resgate, mais duas vítimas do naufrágio no Rio Paraguai foram encontrados. O paraguaio Dario Talavera, garçom do barco-hotel, é o primeiro tripulante a ser identificado, portanto, o sétimo desaparecido encontrado. 

A oitava vítima localizada é Manuel Coelho Siena, que a família acreditava ter sido o primeiro a ser encontrado hoje (26). Entretanto, o corpo localizado de manhã era de Sebastião Roberto Vilhena. Manuel Coelho só foi encontrado por volta das 14h.

A troca foi percebida depois que a família comparou a mão esquerda de Sebastião e Manuel, que não tem um dos dedos. Portanto, quatro pessoas ainda estão desaparecidas.

O corpo do tripulante paraguaio Dario Talavera foi identificado pela equipe de autoridades paraguaias que está no local, incluindo um médico legista do país vizinho. Dario será levado ao hospital de Porto Murtinho para a elaboração de documentos e, depois, encaminhado ao Paraguai. O corpo foi encontrado preso ao barco-hotel.

O corpo de Eloy Muller e Sebastião Roberto, que acreditavam ser de Manuel, já estavam liberados para ser encaminhados ao Paraná, no entanto, a troca foi percebida a tempo. Documentações serão corrigidas para que os corpos sejam liberados.

Histórico - O acidente pegou de surpresa 27 pessoas que estavam a bordo de um barco-hotel de bandeira paraguaia. Com o acidente, a embarcação afundou cerca de 17 metros. O naufrágio foi consequência de um tornado que atingiu o município de Porto Murtinho, a 431 km de Campo Grande, na última quarta-feira (24), por volta das 17h15.

O vento de quase 100km/h destelhou construções, derrubou árvores e postes, prejudicou a rede de energia e tombou o barco que estava no Rio Paraguai cerca de 50 metros de atracar na margem estrangeira.

Ao todo, 27 pessoas estavam a bordo, sendo que 11 eram tripulantes paraguaios. Treze vítimas foram encontradas com vida. Hoje (26) pela manhã, o corpo de Manuel Coelho Siena foi visto boiando por uma equipe da PMA (Polícia Militar Ambiental). Os policiais navegavam pelo rio. Dentro da embarcação, Eloy Müller foi encontrado em seguida.

No início da tarde o corpo de Paulo Aparecido da Silva, 47 anos, de Londrina, também foi encontrado. Foi o sexto localizado. Um morador ribeirinho viu a vítima no rio num local cinco quilômetros abaixo de onde as buscas estão centralizadas. Portanto, além de Paulo Aparecido da Silva, já foram localizados Sidinei Romano, Moacir Pontelo, Leandro Donizete, Sebastião Roberto Vilhena, Eloy Müller, Dario Talavera e Manuel Coelho Siena. 

A ação de busca, que envolvem Corpo de Bombeiros, Marinha do Brasil, Exército, PMA e Defesa Civil, ocorre em ritmo lento devido à correnteza, à coloração turva da água e ao grande volume do rio, que está 3,19 metros acima do normal.