Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 15 de Janeiro de 2021

Sidrolandia

Em decisão inédita, menina será registrada por duas mães e um pai

A decisão abre precedentes para outros casais que vivem a mesma situação de multimaternidade

Correio do Estado

13 de Setembro de 2014 - 07:08

Em decisão inédita no Brasil, uma menina, nascida no último dia 27 de agosto, terá duas mães e um pai desde o primeiro documento. O pedido foi acatado pelo juiz diretor do Fórum de Santa Maria, após a solicitação da família.

As mães, Fernanda Battagli Kropeniscki e Mariani Guedes Santiago são casadas há dois meses, e o pai, Luis Guilherme Calfield é um amigo da família, que realizou um pedido do casal. Fernanda gestou a menina, e eles decidiram que queriam que os três estivessem na certidão de nascimento da criança. A menina terá agora um pai, duas mães, e seis avós.

A decisão abre precedentes para outros casais que vivem a mesma situação de multimaternidade. A menina terá todos os direitos, como previdenciário, dos três pais.