Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 22 de Outubro de 2021

Sidrolandia

Em Maracaju, população acessa internet gratuita ao ar livre

O que pode ser normal nos grandes centros, em Mato Grosso do Sul ainda é uma novidade

Da Assessoria

09 de Abril de 2011 - 10:39

Em Maracaju, um projeto da administração ‘Cidade Valorizada’ pretende colocar à disposição da população pontos de acesso gratuito à internet, a rede mundial de computadores. O InfoVia - via de informação - chegou para ficar.

O que pode ser normal nos grandes centros, em Mato Grosso do Sul ainda é uma novidade. Proporcionar ao internauta o acesso gratuito à internet via wireless ainda é uma realidade tímida e pouco usada. Apenas nos shoppings e universidades, em cidades de médio a grande porte, é normal ver pessoas que usam computadores ligados à rede, e muitas das vezes, estão conectadas por modens de operadoras, pelos quais pagam uma taxa.

Pensando em valorizar seu povo, a prefeitura de Maracaju quer tornar comum a idéia de pessoas utilizarem o acesso gratuito nas praças e bairros da cidade.

O projeto da administração do prefeito Celso Vargas vai de encontro às necessidades reais da sociedade como um todo. É uma dinâmica que acelera o desenvolvimento, proporciona acesso ao conhecimento e mantém o cidadão ligado com a comunidade. “Ao acessar a internet o individuo estará vendo a cidade, participando dela, interagindo, fiscalizando”, disse Celso.

Segundo o prefeito, a internet gratuita em pontos da cidade acaba somando ao projeto do Governo do Estado, que distribuiu notebooks aos melhores alunos da rede estadual. “Às vezes o aluno ganha um computador, mas não tem recursos para manter uma conta de internet”, disse.

Celso ressalta, ainda, que a situação agradável de poder conectar-se a internet na praça ou na roda de amigos quebra o dogma de que o internauta geralmente é aquela pessoa reservada enfurnada dentro de casa. “Ficar na internet agora não será mais condicionado a ficar em lan houses ou trancado no quarto de casa”, disse Celso.

Maracaju é um dos poucos municípios do interior do Estado que foi contemplado com esse tipo de projeto. Em Mato Grosso do Sul existem outros projetos com esse mesmo fim sendo realizados, mas nenhum proporcional ao do município.

Segundo Luciano Melchiore, coordenador de tecnologias da informação de Maracaju, outro intuito da construção desse cenário é inserir a Maracaju no seleto conjunto de municípios que recebem o título de Cidade Digital. “Ainda há muito a ser feito até conseguirmos essa classificação, mas já estamos à frente de diversas cidades”, disse.

No que se refere aos links de internet gratuita, foram implantados seis pontos de acesso no município, são eles: Praça Central, Bairro Egídio Ribeiro, Vila Margarida, Cepe Simão Rocha, Ciei do Loteamento Geazone e Cepe do Cambaraí. Segundo o prefeito, a continuidade do projeto prevê cobrir toda a cidade com acesso a internet.

Melchiore explica que tendo os equipamentos necessários - placa de rede sem fio instalada e devidamente configurada em seu computador - os usuários, próximos a esses locais, já podem usufruir desse serviço, basta apenas se conectar ao link da InfoVia.

A preocupação de Celso Vargas com a integridade social e moral dos cidadãos, em especial os jovens, maiores consumidores desse tipo de entretenimento, é a maior possível. Ao conectar na internet, os usuários poderão contar com a segurança no acesso. Há limite de banda para cada conexão e controle de conteúdo, isso significa que o internauta tem um limite de velocidade de acesso pré-configurado e não poderá acessar conteúdos impróprios, como pornografia. Esse link de acesso recebe a denominação de link social.

“Pensamos na tranqüilidade e na manutenção da família. Os pais podem ficar sossegados porque, mesmo acessando a internet fora de casa, o seu filho estará sob o olhar atento dos nossos controladores”, finalizou Celso.