Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 9 de Maio de 2021

Sidrolandia

Em Mato Grosso do Sul, quase 30% dos municípios não pagam 13º e salários

Em três locais, os servidores não ganharam nem um, nem outro.

Correio do Estado

16 de Janeiro de 2017 - 07:15

O ano começou negativo para 29,1% dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul. É o que apontam as contas bancárias dos funcionários públicos de 23 cidades do Estado, que não receberam o 13º salário ou o salário de dezembro de 2016. Em três locais, os servidores não ganharam nem um, nem outro.

Com a transição de um mandato para o outro, como aconteceu este ano, os gestores que deixam o cargo costumam demonstrar dificuldades para fechar as contas. Do total de prefeituras que iniciaram 2017 em débito com seus funcionários, apenas duas tiveram seu mandatário reeleito para mais um exercício: a de Aparecida do Taboado e de Coxim.

A reportagem do Correio do Estado apurou com prefeituras e sindicatos de funcionários públicos dos municípios e constatou que Bandeirantes, Bela Vista e Novo Horizonte do Sul não pagaram, parcial ou integral, tanto 13º salário como folha de dezembro do ano passado. Já Campo Grande, Aparecida do Taboado e Sonora deixaram de quitar apenas a gratificação extra.

Em Mato Grosso do Sul, quase 30% dos municípios não pagam 13º e salários