Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 26 de Outubro de 2021

Sidrolandia

Em MS, 60 municípios querem a redistribuição dos royalties do petróleo

Assomasul

22 de Dezembro de 2010 - 13:39

Segundo a Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul), cerca de 60 municípios do Estado aderiram à mobilização nacional em favor da sanção presidencial do projeto que redistribui os royalties do petróleo entre estados e municípios.

Para o presidente da Assomasul, Beto Pereira, a adesão dos municípios comprova que a mobilização surtiu o efeito esperado. Aprovado pelo Congresso Nacional, o projeto injetará R$ 94, 097 milhões a mais no cofre dos municípios caso seja sancionado pelo presidente.

Pela regra atual, Campo Grande recebe anualmente, R$ 1.230.447 de royalties do petróleo, devendo ganhar R$ 13.298.670 em 2011, ou seja, 12.068 milhões a mais se o presidente sancionar o projeto.

A cidade de Dourados, que recebe R$ 559.239 atualmente passaria a ter direito a R$ 6.044.257, o que representaria o incremento de R$ 5.485.018. Já a cidade de Três Lagoas, que recebeu R$ 276.608 este ano, terá direito a R$ 2.989.580 em 2011, um aumento de mais de R$ 2,712 milhões.