Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 24 de Janeiro de 2021

Sidrolandia

Em MS, Serra da Bodoquena é lugar para turismo de observação de aves

Por ter mistura de ambientes que a Serra da Bodoquena tem um papel importante: um refúgio até para aves migratórias e patos selvagens, por exemplo.

G1 MS

05 de Janeiro de 2013 - 11:40

O Parque Nacional da Serra da Bodoquena - localizado nos municípios sul-mato-grossenses de Jardim, Bonito, Bodoquena e Porto Murtinho - é considerado um dos lugares mais indicados para o turismo de observação de aves, principalmente de espécies raras. Reportagem do Bom Dia MS desta sexta-feira (4) mostra que cerca de 400 espécies de aves foram identificadas na região da serra.


Por ter mistura de ambientes que a Serra da Bodoquena tem um papel importante: um refúgio até para aves migratórias e patos selvagens, por exemplo.


Tamanha diversidade no parque nacional levou o Instituto Chico Mendes (ICMBio) a estudar a possibilidade de transformar áreas na unidade de conservação em centros de observação de aves.


Bichos urbanos


Diversas espécies de aves também podem ser avistadas em Campo Grande. Nas ruas, avenidas, quintais, parques, beiras de córregos, por toda a parte. Por isso é tão importante preservar áreas de veredas, com córregos e matas ciliares mesmo nas cidades. Quem tem um quintal, pode sim plantar árvores que atraem pássaros.


Além das aves, outras espécies de animais são encontradas na capital sul-mato-grossense. O Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (Cras) fica em uma reserva no coração da cidade e cuida do tratamento de animais e os prepara para voltar a natureza.


Natureza preservada, gente dedicada e determinada a dar bons exemplos de que até nas cidades é possível sim conservar a biodiversidade. Uma surpresa para quem visita Mato Grosso do Sul.