Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 16 de Outubro de 2021

Sidrolandia

Em protesto contra o pior salário de MS, enfermeiros organizam marcha em Dourados

Atualmente, a classe é regulamentada pela CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas) e atua por 44 horas semanais

Midiamax

07 de Agosto de 2013 - 10:17

Para protestarem contra a defasagem salarial dos profissionais da área de enfermagem, o Siems (Sindicato dos Trabalhadores na Área de Enfermagem de Mato Grosso do Sul) organiza para o próximo dia 17 a Marcha do Branco.

Segundo o secretário de finanças do sindicato, Sebastian Rojas, enquanto que a média salarial paga aos auxiliares e técnicos de enfermagem no estado é de R$ 1,020,00 em Dourados é de um salário mínimo – R$ 678,00.

Ele explica que além da briga pelo salário, o sindicato tem como uma das principais pautas de reivindicações a aprovação do Projeto de Lei 2295/2000, que segundo ele, prevê a redução da jornada de trabalho dos profissionais para 30 horas semanais.

Atualmente, a classe é regulamentada pela CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas) e atua por 44 horas semanais. Além disso, os profissionais querem melhores condições de trabalho.

Sebastian Rojas diz ainda que durante a campanha eleitoral da presidente Dilma Roussef (PT) ela se comprometeu em regulamentar o PL se este fosse aprovado na Câmara de Deputados e no Senado. Entretanto, no ano passado os deputados não conseguiram aprovar o Projeto porque no dia que entrou em pauta não houve quórum na Casa Legislativa.