Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 8 de Dezembro de 2021

Sidrolandia

Em recuperação, R10 troca chuteira por tênis cravejado de brilhantes

Vestido com calça camuflada de guerra, craque curte "ninho de paz" e destaca tranquilidade do condomínio onde mora, próximo a Belo Horizonte

Globo Esporte.com

01 de Outubro de 2013 - 15:17

O presidente do Atlético-MG, Alexandre Kalil, chegou a declarar que vai montar uma “operação de guerra’ para que Ronaldinho Gaúcho se recupere a tempo do Mundial de Clubes. Quatro dias depois de romper o adutor da coxa esquerda, o craque abriu as portas da casa onde mora para o GLOBOESPORTE.COM. As chuteiras foram trocadas por um tênis personalizado. E a bermuda de treino substituída por uma calça camuflada, semelhante à usada por soldados do exército.

Com certeza, essa é uma das maiores batalhas travadas na carreira do craque. No entanto a vestimenta de “soldado Ronaldinho” não passou de uma coincidência. O jogador explicou que não houve nenhuma relação com a operação de guerra para a recuperação proposta por Kalil. Ele fez questão de agradecer os companheiros que estão dando uma força no tratamento.

- Foi pura coincidência. Como eu disse, eu só tenho que agradecer ao Kalil, aos médicos que estão fazendo de tudo para que eu melhore. O apoio dos companheiros que passam por mim no departamento médico e dão uma palavra de apoio.

Mas o estilo das roupas não é coincidência. O jogador tem um jeito especial de se vestir, com vestimentas largas e até uma grife pessoal, que é marca da personalidade do craque. Ronaldinho recebeu a reportagem do GLOBOESPORTE.COM com um tênis cravejado de brilhantes, que foi confeccionado e customizado por um estilista francês, de Paris.

- Não, não, este é meu jeito. Vocês não estão acostumados a me ver assim. Sempre me veem com roupa de treino. Mas eu gosto de roupa mais largada, confortável. O meu estilo é este.

Apesar da coincidência da calça “de guerra”, Ronaldinho trava um verdadeira batalha com o próprio corpo para se recupera em menos de dois meses para estar com condições de jogo na estreia do Atlético-MG no Mundial de Clubes, em Marrocos, no dia 18 de dezembro.

O jogador está confiante na recuperação e lista pelo menos dois motivos para acreditar que consegue se recuperar antes do prazo. Os médicos do clube alvinegro prevêm cerca de três meses para o tratamento, mas o histórico de poucas contusões na carreira e o curto período de recuperação delas é um alento para o meia.

Ronaldinho sofreu uma lesão parecida em março de 2008, quando ainda atuava pelo Barcelona. A contusão muscular foi muito semelhante, só que aconteceu na coxa direita. O craque acredita que o histórico de recuperação representa uma motivação para encarar as dificuldades do tratamento.

- Tive uma lesão na outra perna, praticamente no mesmo lugar. Me recuperei bem antes do prazo que tinham dado. Fiquei muito feliz. Eu sempre tive poucas lesões, mas consegui me recuperar antes do previsto. Então, estou muito motivado para isto.

O ambiente que Ronaldinho mora também é, segundo ele, um local propício para a recuperação da lesão. O condomínio fechado, na cidade de Lagoa Santa, na região metropolitana de Belo Horizonte, proporciona a tranquilidade que precisa para se concentrar no tratamento.

- É muito bom, eu adoro morar aqui. Meu ninho de paz, eu fico tranquilo, consigo me concentrar bastante no tratamento que eu tenho que fazer. Estou muito feliz de ter um espaço deste para poder me tratar.