Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 19 de Maio de 2022

Sidrolandia

Empregados na área de serviços em MS terão piso de R$ 1.000,00

O acordo salarial foi firmado pelo sindicato da categoria, o Seaac/MS, com o sindicato patronal, o Sescon/MS.

Wilson Aquino

18 de Novembro de 2015 - 16:36

Agentes autônomos do comércio e trabalhadores em empresas de assessoramento, perícias, informações, pesquisas e de empresas de serviços contábeis  de Mato Grosso do Sul terão piso salarial de R$ 1.000,00 a partir de 1º de novembro. O acordo salarial foi firmado pelo sindicato da categoria, o Seaac/MS, com o sindicato patronal, o Sescon/MS.

"O reajuste foi de 12,4% e representa uma grande vitória dos trabalhadores, pois além do acumulado da inflação dos últimos 12 meses, esse percentual proporciona também um ganho real aos salários", informa Estevão Rocha dos Santos, presidente do Seaac/MS (Sindicato dos Empregados de Agentes Autônomos do Comércio e em Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas e de Empresas  de Serviços Contábeis de Mato Grosso do Sul).

Para os empregados que ganham acima do piso salarial, o aumento aprovado foi de 9%. De acordo com Estevão Rocha, os novos salários ficaram assim fixados, conforme cada categoria:

Nas empresas de contabilidade, arquivistas, contínuo, copeiro, faxineira, porteiro e demais funções não qualificadas, o piso salarial será de R$ 890,00 a partir de 1º de novembro; Auxiliar de contabilidade, escrita fiscal e departamento pessoal, piso de R$ 1.000,00; Encarregados, piso de R$ 1.105,00 e Contador responsável por documentos, R$ 3.300,00.

Nas empresas de Assessoramento, arquivistas, copeiro, faxineiro, porteiro e demais funções não qualificadas, piso de R$ 890,00; Para as demais funções, fica assegurado salário mensal não inferior a R$ 1.000,00; Para administrador/documentos, piso de R$ 3.300,00.

Nas empresas de Informações e Pesquisa o piso de R$ 890,00 é para  arquivista, contínuo, copeiro, faxineiro, porteiro e demais funções não qualificadas; Para as demais funções fica assegurado  o salário mensal não inferior a R$ 1.000,00; Encarregados terão piso de R$ 1.105,00 e o administrador/documento, piso de R$ 3.300,00. O reajuste de 9% para quem ganha acima desses pisos salariais  prevalece para todas as categorias representadas pelo Seaac/MS, que dispõe o telefone 3026-3753 e o site www.seaacms.org.br, para tirar qualquer dúvida.