Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 29 de Novembro de 2021

Sidrolandia

Entidades se reúnem para tratar de apoio a jovens empresários no MS

A próxima reunião do grupo de trabalho deve acontecer no início de agosto, para, a partir daí, construir o plano estratégico de ações para o Estado

Assessoria

01 de Agosto de 2013 - 15:00

Representantes do Sebrae/MS, da Seprotur, da Secretaria de Estado Extraordinária da Juventude (Sejuv-MS), do Conselho Regional de Administração e do Conselho de Jovens Empresários (CJE) da Associação Comercial de Campo Grande se reuniram nesta quarta-feira (31) na sede do Sebrae em Campo Grande.

Durante o encontro, foi criado um grupo de trabalho com um membro de cada entidade para planejar ações direcionadas àqueles que querem abrir o primeiro negócio; principalmente jovens estudantes que já pretendem empreender. “Devemos estruturar primeiro este projeto e adaptá-lo à nossa realidade para daí prepararmos as ações”, destacou Ademar Silva Junior, superintendente de Indústria, Comércio e Turismo da Seprotur.

A ideia se baseia no “Minha Primeira Empresa”, iniciativa da Associação de Jovens Empresários de Goiás com o governo do Estado, modelo de projeto, lançado oficialmente neste ano, que identifica o perfil empreendedor nos interessados em participar; promove capacitações sobre empreendedorismo e gestão empresarial; auxilia na formatação de planos de negócio; orientação no acesso ao crédito; e acompanha os empreendedores atendidos por meio de encontros periódicos.

“Já realizamos hoje projetos tanto com empreendedores que querem abrir um negócio ou estão em início de atividade, quanto ações de inovação; portanto, nos colocamos à disposição para atuar diretamente com os jovens”, destacou Cláudio Mendonça, diretor superintendente do Sebrae no MS.

Para Marcos Silva, diretor executivo da Sejuv-MS, o programa será voltado a capacitar, formalizar e criar novos empreendimentos, além de facilitar o acesso a financiamentos. “Tudo de acordo com a realidade do nosso Estado”, salienta Alex Machado, presidente do CJE. Segundo eles, a união dos envolvidos somada às informações de parceiros como, por exemplo, a Faems (Federação das Associações Empresariais do Mato Grosso do Sul), podem gerar benefícios a empresários de diversos municípios do Estado.

A próxima reunião do grupo de trabalho deve acontecer no início de agosto, para, a partir daí, construir o plano estratégico de ações para o Estado e traçar o cronograma para a implementação do projeto.