Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 22 de Janeiro de 2022

Sidrolandia

Entra em vigor Lei que atualiza em 60% planta genérica, elevando IPTU em 309,75%

Na tramitação da proposta no Legislativo, houve entendimento com a oposição que garantiu a aplicação do aumento proposto pelo Governo em duas etapas.

Flávio Paes/Região News

04 de Janeiro de 2015 - 21:11

Já está em vigor à lei complementar 093/2014, aprovada pela Câmara Municipal e sancionada pelo prefeito Ari Basso. A lei atualiza o valor da base de cálculo do Imposto Territorial Urbano incidente sobre os terrenos, mas que também  trará impacto sobre o tributo cobrado dos imóveis prediais.

Na tramitação da proposta no Legislativo, houve entendimento com a oposição que garantiu a aplicação do aumento proposto pelo Governo em duas etapas: 60% já em 2015 e  a parcela complementar de 40%, a partir de 2016. Com a regra adotada, o contribuinte de IPTU terá pago nestes dois anos aumentos de até 582,92%, percentual que será cobrado dos proprietários de terrenos localizados na área central da cidade, justamente a mais valorizadas.

Nestes locais, de imediato o imposto sobe 309,75%. O metro quadrado passa de R$ 32,80 para R$ 134,40. Ano que vem, com o aumento complementar de 40%, atingirá os R$ 224,00. Em regiões mais populares, como o Bairro São Bento, em  2015, o aumento será 84,72%, elevando a base de cálculo de R$ 25,01 por metro quadrado para R$ 46,20. Chegará a R$ 77,00, com o aumento complementar já autorizado.   

Setor A (centro da cidade)

Em toda a extensão da Avenida Dorvalino dos Santos

Valor 2014 – R$ 32,80

Valor 2015  – R$ 134,40

Valor  2016  – R$ 224,00

Aumento acumulado 2015/2016 -

- 582,92%   

Reajuste 2015 – 309,75%

IPTU - terreno de 500 metros quadrados

Valor venal (2014) – R$ 16.400,00

Imposto – R$ 328,00

-  Valor venal 2015 -R$ 67.200,00

Imposto estimado -  R$1.344,00

Valor venal – 2016 - R$ 112.000,00

Imposto – R$ 2.240,00 

Setor B -

Quadrilátero formado pelas Ruas Paraná - Mato Grosso-Aquidaban- Acre e Sol Nascente, Jardim Jandaia, Vila Olenka, Jardim das Paineiras

Valor atual – R$ 29,78 o metro quadrado

Valor 2016  – R$ 115,50

Reajuste  acumulado 2015/2016 - 287,84%

Valor  2015  – R$  69,30

Reajuste de 132,70% sobre 2014

Setor C -

Bairro São Bento –

Valor 2014  – R$ 25,01

Valor 2016  – R$ 77,00

Reajuste acumulado 2015/2016    207,87%

Valor 2015  – R$ 46,20

Reajuste 84,72% sobre 2014

Simulação do Imposto terreno de 500 metros quadrados

Valor venal - 2014 - R$ 12.505,00

Imposto – R$ 250,10

Valor venal 2015 - R$ 23.100,00

Valor do imposto estimado- R$ 462,00

Valor venal  2016 – R$ 38.500,00

Estimativa do imosto- R$ 770,00

Setor  D -

Pé de Cedro, Cascatinha 1, Jardim do Sul, Jardim Alfa e parte do Jardim Petrópolis

Valor atual – R$ 15,44

Valor 2016 – R$ 49,00

Reajuste acumula 2015/2016 -de 217,35%

Valor 2015 - R$ 29,40

Reajuste – 90,41% sobre 2014

Terreno de 200 metros quadrados

Valor venal – R$ 3.088,00

Imposto 2014 -  R$ 61,76

Valor venal 2015 – R$ 5.880,00

Valor do imposto – R$ 117,60

Valor venal 2016 -  R$ 9.800,00 

Setor E –

Sidrolar, Diva Nantes, Santa Marta, Jardim Paraíso, parte do Petrópolis; Cascatinha 2; Altos da Figueira 

Valor atual – R$ 10,41

Valor 2016 – R$ 26,00

Reajuste  acumulado 2015/2016– 149,4%

Valor  2015 – R$ 15,60

Reajuste 49,42% sobre o valor de 2014

Imposto terreno 200 metros

Hoje – Valor venal – R$  2.082,00

Imposto – 2014 -  R$ 41,64 

Estimativa 2015 -

Valor venal do terreno - R$ 3.120,00

Imposto (estimativa) – R$ 62,40  

Valor venal 2016 – R$ 5.200,00

Imposto (estimativa) R$ 104,00