Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 26 de Maio de 2022

Sidrolandia

Entrega de residencial popular de 1,4 lares está atrasada há cinco meses

De acordo com a diretora de habitação Sônia Góes, não há previsão para a entrega das chaves e que a responsabilidade neste processo é da Caixa.

Correio do Estado

07 de Novembro de 2015 - 08:47

As 432 pessoas sorteadas para a primeira fase da ocupação do Residencial Orestinho em Três Lagoas, estão longe de poder entrar em seus apartamentos.

Na manhã desta sexta-feira (6), a Caixa Econômica Federal realizou o sorteio para definição dos condomínios, mas o procedimento não animou muito os futuros moradores que deverão retornar na quinta-feira (12), às 8h no plenarinho da Câmara dos Vereadores, para saberem quais blocos e apartamentos deverão morar. 
Ainda assim, o sonho da casa própria precisará esperar uma série de procedimentos. De acordo com a diretora de habitação Sônia Góes, não há previsão para a entrega das chaves e que a responsabilidade neste processo é da Caixa Econômica Federal e da construtora Brookfield.
Durante o sorteio, os futuros moradores reclamaram muito da incerteza sobre o empreendimento, muitas das pessoas relataram que o primeiro sorteio aconteceu em janeiro de 2015. “A primeira data de entrega dos apartamentos estava prevista para junho deste ano, posteriormente, a data foi adiada para setembro e por ora não há expectativa de marcar a data de entrega”, disse uma das pessoas sorteada.

A diretora ressalta que todo o processo de entrega das casas será feito por etapas.

“O sorteio de hoje define apenas em que condomínio cada uma das 432 famílias contempladas serão designadas. Na semana que vem, será de definição dos apartamentos de cada uma. Esses sorteios são apenas uma parte da etapa. Ainda será necessário montar a associação de moradores, reuniões para decisão de síndico e secretaria e somente depois a entrega das chaves e a definição de data de mudança”, disse Sonia Goes, diretora do departamento de habitação do município de Três Lagoas, que fica distante 326 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com o departamento de habitação ainda há a espera das pessoas que sequer foram sorteadas e estão cadastradas no departamento de habitação. Ao todo o residencial Orestinho possui 1.432 unidades habitacionais, ou seja há 1 mil pessoas que ainda aguardam o sorteio e todos esses procedimentos.