Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 27 de Janeiro de 2022

Sidrolandia

Equipe da Agesul segue para Corumbá e faz diagnóstico de ponte

Os técnicos da Agesul terão a incumbência de apresentar uma alternativa para o tráfego na região, que ficou isolada para veículos pesados

Campo Grande News

09 de Maio de 2011 - 09:34

Equipe da Agesul segue para Corumbá e faz diagnóstico de ponte
Equipe da Agesul segue para Corumb - Foto: Diarionline

Técnicos da Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) seguiram nesta manhã para Corumbá e fazem os primeiros levantamentos referentes a um deslocamento de cerca de 20 centímetros na ponte sobre o Rio Paraguai, em Porto Morrinho na BR-262, problema que restringiu o tráfego de veículos desde ontem.

A equipe da agência seguiu para o município por determinação do governador André Puccinelli (PMDB), que mostrou preocupação com a situação, que pode comprometer o abastecimento da cidade e casos emergenciais, como o transporte de pacientes para Campo Grande, por exemplo.

Os técnicos da Agesul terão a incumbência de apresentar uma alternativa para o tráfego na região, que ficou isolada para veículos pesados. A estrada Parque, outra ligação ao município, também está interditada por conta da cheia na região do Pantanal.

Neste momento, o tráfego na ponte está liberado apenas para veículos leves. A PRF (Polícia Rodoviária Federal) monitora o trânsito.

Segundo o diretor-presidente do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte), Marcelo Miranda, informou que já solicitou um técnico do departamento, de Brasília (DF), para analisar o caso, porém, só deve chegar à noite.

No início da tarde de ontem, por volta das 12 horas, uma embarcação com aproximadamente 70 toneladas de farelo de soja colidiu com uma das colunas de concreto da ponte.