Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 2 de Dezembro de 2021

Sidrolandia

Escola Municipal do Eldorado improvisa para conviver com a falta de energia

Com a volta do calor, ontem à Secretaria de Educação recolheu 100 quilos de carne que eram mantidos congelados para não correr o risco de que estragasse.

Flávio Paes/Região News

01 de Agosto de 2013 - 10:10

Os 630 alunos, professores e funcionários da Escola Municipal do Assentamento Eldorado, não tiveram nem tempo de comemorar o término da reforma do prédio e desde a tarde de quarta-feira estão enfrentando os transtornos provocados pela falta de energia elétrica.

Com a volta do calor, ontem à Secretaria de Educação recolheu 100 quilos de carne que eram mantidos congelados para não correr o risco de que estragasse. Foi deixada na casa de uma assentada que fica próxima a sede, o suficiente para preparar a merenda escolar de hoje, quinta, feira, e amanhã, sexta-feira.

Sem energia, os computadores não funcionam e toda atividade burocrática da escola está interrompida.  Na semana passada o frio reinante falta de ventiladores funcionamento nas salas de aula nem foi percebida pelos professores e alunos. Desde ontem, quando a volta das altas temperaturas, quem estuda à tarde já sofreu com o calor.

“As crianças ficam agitadas depois da educação física e só mesmo com o ventilador para se refrescar”, explica a professora Rose Rodrigues, que leciona para uma das turmas do 4º ano.  Como as salas são baixas, entra pouca luminosidade pelas janelas e com isto depois das 4h30 o ambiente fica escuro.  “Nos últimos dias sempre a última sala fica prejudicada”, explica.