Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 6 de Julho de 2022

Sidrolandia

Estado estuda decretar emergência para ajudar municípios castigados pela chuva

Ao todo 23 pontes foram danificadas, sendo 21 municipais e duas estaduais. Outras 43 rodovias sofreram estragos e somente três são de responsabilidades do Estado.

Midiamax

02 de Dezembro de 2015 - 13:23

Para angariar recursos federais e reparar danos causados pelas fortes chuvas que atingiram a região sul do Estado, o governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), estuda decretar situação de emergência em Mato Grosso do Sul. Isso porque a maioria dos estragos forma em pontes e rodovias municipais, impedindo que a esfera estadual haja diretamente.

Uma reunião com o secretário de Infraestrutura Marcelo Miglioli e os prefeitos de 12 das 14 cidades que já declararam emergência ocorre nesta manhã em Campo Grande.

Foram castigadas com o excesso de chuva: Amambai, Aral Moreira, Caarapó, Coronel Sapucaia, Eldorado, Iguatemi, Itaquirai, Japorã, Juti, Naviraí, Novo Horizonte do Sul, Paranhos, Sete Quedas e Tacuru. Mundo Novo também integra a lista de atingidas, mas ainda não decretou estado de emergência.

Ao todo 23 pontes foram danificadas, sendo 21 municipais e duas estaduais. Outras 43 rodovias sofreram estragos e somente três são de responsabilidades do Estado. “É urgente, precisamos analisar uma saída jurídica para isso”, disse o governador durante agenda pública hoje de manhã. O coordenador Estadual de Defesa Civil, Isaias Bittencourt, acompanha reunião com Miglioli.