Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 21 de Janeiro de 2022

Sidrolandia

Estradas ruins comprometem aulas em escolas rurais de Corumbá

Conjuntura Online

19 de Abril de 2011 - 08:56

As chuvas que caem na região do Pantanal de MS desde o começo do ano ainda causam dificuldades para os alunos chegarem às escolas da zona rural do município.

Na escola Monte Azul, no assentamento Taquaral, por exemplo, os alunos já voltaram a estudar, mas, mesmo assim, por causa da difícil situação das estradas, que ficaram danificadas com as chuvas do início do ano, muitos estudantes ainda têm dificuldade para ir à aula.

Reportagem exibida pelo programa Globo Rural mostrou, nesta terça-feira, por exemplo, que quem vai à escola, está tendo de percorrer parte do caminho a pé ou de carroça. O programa mostrou a rotina de um menino que leva todos os dias irmãos, vizinhos e parentes até a estrada por onde o ônibus escolar passa.

O Globo Rural lembrou que equipes da prefeitura de Corumbá consertaram parte das estradas, mas ainda há muitos trechos onde é impossível transitar. Para garantir a segurança dos estudantes e a integridade dos veículos, os motoristas evitam passar por vias que ainda estão com muita lama e buracos, ressaltou a reportagem.

Por causa dessa situação, ressaltou o programa matutino da Rede Globo, nas outras duas escolas dos assentamentos rurais de Corumbá, que juntas têm cerca de 800 alunos, o reinício das aulas foi adiado mais uma vez. Os alunos, que esperavam retomar o ano letivo até o dia 15 deste mês, agora, não sabem mais quando poderão voltar à sala de aula, destacou o programa.

Ano letivo ameaçado

Entrevistada pelo Globo Rural, Rosa Maria da Silva, diretora de um estabelecimento de ensino, diz que a intenção é retomar as atividades o mais rápido possível. “A preocupação é que se o retorno das aulas for adiado mais uma vez, pode ser que não dê tempo de fechar o ano letivo até dezembro”, se queixou.

A prefeitura de Corumbá informou que até o dia 25 deste mês a situação das escolas deve se normalizar.