Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 29 de Outubro de 2020

Sidrolandia

Exames periciais serão confeccionados pela internet em Mato Grosso do Sul

O novo programa foi apresentado na tarde de ontem (6), no auditório da Superintendência de Gestão da Informação (SGI), em CG

Notícias MS

07 de Agosto de 2014 - 09:06

Uma ferramenta moderna, precisa, funcional e muito prática. Assim pode ser definido o programa criado no Sistema Sigo para atender as demandas da perícia de Mato Grosso do Sul, com a elaboração de exames periciais e necroscópicos, dentro do Banco de Dados Único da Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul).

O novo programa foi apresentado na tarde de ontem quarta-feira (6), no auditório da Superintendência de Gestão da Informação (SGI), em Campo Grande, ao secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Jacini, ao superintendente da Superintendência de Segurança Pública da Sejusp, delegado André Matsushita Gonçalves, ao coordenador geral de Perícias do Estado, José Bento Corrêa e aos gestores das Unidades Regionais de Perícia de Campo Grande, Três Lagoas, Corumbá, Dourados e Ponta Porã.

De acordo com a analista de Tecnologia da Informação do SGI, Jaqueline Costa, a partir de agora as solicitações dos exames periciais serão feitas pela delegacia de origem no ato do registro do boletim de ocorrência, com a geração de um código de barras, a partir do qual é possível acessar todas as informações referentes ao procedimento, como data e local do fato, nomes completos dos envolvidos, e até mesmo a ocorrência.

“Outra novidade é que ao ser recebido na Unidade de Perícia, o pedido de exame será de imediato distribuído aos peritos e médicos legistas, que irão incluir no sistema todas as informações referentes ao exame pericial ou necroscópico e informar o andamento do procedimento, que pode ser acompanhado pela Polícia Civil, por exemplo”, complementa Raquel Robaldo, diretora da Compnet, empresa responsável pela criação do Sigo.

Elaborado pela coordenadora de Tecnologia da Sejusp, Rosângela Carneiro e por Jaqueline Costa, a pedido do secretário Wantuir Jacini, o programa foi desenvolvido pela Compnet. “Gostei da funcionalidade, sem dúvida irá gerar informações coesas e precisas. O programa traduz o que encomendamos e também a realidade de cada um dos institutos”, enfatiza o secretário.

A próxima etapa agora serão os laudos virtuais, com assinatura digital, que podem ser acessados em qualquer lugar, bastando para isso acesso à internet e ao sistema Sigo. “Esse processo representa agilidade nos atendimentos e nos serviços e economia significativa para o Estado”, finaliza o secretário Jacini.