Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 25 de Maio de 2022

Sidrolandia

Excesso de feijão serve como doação para merenda

Recentemente, a Conab foi o socorro para a Prefeitura de Campo Grande em meio a uma significativa crise na merenda escolar.

Correio do Estado

20 de Outubro de 2015 - 08:13

É de forma discreta que a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) trabalha. Apesar dos 25 anos de existência e atuação contínua em praticamente todo território nacional, a entidade ganha destaque apenas em momentos em que a situação financeira do Poder Público atinge o cardápio de escolas e entidades assistências.

Recentemente, a Conab foi o socorro para a Prefeitura de Campo Grande em meio a uma significativa crise na merenda escolar. No mês passado, em 8 de setembro, quase uma tonelada de alimentos, entre carne, óleo, arroz e macarrão, foram encontradas vencidas nas dependências da Superintendência de Abastecimento Escola (Suali), que recebe e distribui os alimentos da merenda das escolas e creches municipais.  

As reclamações em relação à falta de merenda foram recorrentes durante todo ano e, até mesmo, depois de descoberto o motivo da situação (alimentos vencidos), repor o prato dos alunos de forma nutritiva ainda é desafio. As escolas do município que aderem ao programa Mais Educação, responsável por atender alunos em tempo integral, passou a dispensar as crianças na hora do almoço devido à falta de merenda e estas, voltavam para as atividades apenas no período da tarde, por falta de insumos nas dispensas das escolas.