Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 6 de Maio de 2021

Sidrolandia

Faculdade de Tecnologia do Senai da Capital faz aulas inaugurais de dois cursos superiores

O acadêmico Gerson Echeverria, de 25 anos, está na turma do curso superior de Processos Gerenciais.

Daniel Pedra

23 de Fevereiro de 2017 - 14:54

A Faculdade de Tecnologia do Senai de Campo Grande (FatecSenai Campo Grande) promoveu, na noite desta segunda-feira (20/02), as aulas inaugurais da 9ª turma do curso superior de Tecnologia em Processos Gerenciais e da 1ª turma do curso superior de Tecnologia em Automação Industrial. O gerente do Senai de Campo Grande, Marcos Costa, destacou que o início de mais duas turmas dos cursos superiores demonstra a consolidação do trabalho realizado pela entidade na formação profissional.

“Cumprimos nossa missão de apoiar e ajudar a empresas que demandam esse potencial humano. Nossa intenção é ampliar a oferta de cursos superiores, sempre de acordo com a demanda sinalizada pela indústria”, afirmou Marcos Costa. Já a coordenadora de Ensino Superior da FatecSenai Campo Grande, Rosangela Vargas Cassola, deu boas-vindas aos alunos e disse que o ingresso na faculdade deve ser comemorado.

“A abertura da primeira turma do curso superior de Tecnologia em Automação Industrial muito nos orgulha, pois a indústria tem solicitado esse profissional à FatecSenai. Daqui a 3 anos, esses estudantes serão profissionais a serviço da modernização das técnicas de produção do setor industrial. Eles atuarão no planejamento, na instalação e na supervisão dos sistemas de automação”, explicou Rosangela Cassola.

Os acadêmicos Adilson Gonçalves dos Reis, de 45 anos, e Luiz Gustavo de Souza Araújo, de 17, estudarão automação industrial. Duas realidades extremamente distintas colocadas lado a lado em busca do sonho da formação superior. “Fiz o curso técnico em eletrotécnica, mas a graduação é um sonho antigo. Começo agora essa nova batalha, porque quero ser um profissional cada vez melhor no desempenho do meu trabalho”, relatou Adilson dos Reis.

Já Luiz Gustavo Araújo fazia questão de continuar os estudos em uma faculdade, pois, como filho de mecânico de automóveis, quis trilhar um caminho diferente e curso técnico não estava nos planos. “Procurei o Senai, perguntei a respeito das opções disponíveis e eles me falaram do curso superior em automação. Pesquisei a respeito e descobri algumas coisas que me atraíram, como conceitos de robótica e software. Então decidi que era isso que eu queria”, afirmou.

O acadêmico Gerson Echeverria, de 25 anos, está na turma do curso superior de Processos Gerenciais. Trabalha como gerente administrativo em uma loja de baterias automotivas e pretende desenvolver ainda mais o conhecimento na área em que já atua. “Meu foco é aprender mais, investir na profissão que escolhi. E a escolha do Senai trará peso para o meu currículo”, frisou.