Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 21 de Janeiro de 2022

Sidrolandia

Família de Oziel Gabriel pede ajuda a Zeca do PT na Aldeia Córrego do Meio

A viúva de Oziel Gabriel, Samir Gabriel, pediu justiça à morte do marido, aceleração para solução do processo demarcatório e ajuda.

Paula Lucia/Região News

11 de Outubro de 2013 - 14:33

O ex-governador Zeca do PT liderou uma delegação composta de lideranças políticas de Sidrolândia, do deputado estadual Larte Tetila e de líderes indígenas na última terça-feira (08/10) a família de Oziel Gabriel, guerreiro morto durante confronto com a Polícia Federal em 30 de maio quando os federais cumpriam mandado de reintegração de posse da fazenda Buriti, ocupadas pelos Índios terena.

A viúva de Oziel Gabriel, Samir Gabriel, pediu justiça à morte do marido, aceleração para solução do processo demarcatório e ajuda. Ela diz estar isolada, sem auxilio psicológico e financeiro. “Depois que Oziel se foi, tudo ficou mais difícil. As crianças chamam pelo pai e as dificuldades financeiras tem sido outro problema”, relata.

Zeca diz que vai levar ao conhecimento da presidência da FUNAI (Fundação Nacional do Índio), Maria Augusta Assirati, as reivindicações da família. Ele classificou de um ato covarde e desumano a falta de assistência à família. “Não se pode arrancar a vida de um pai de família, mesmo diante as circunstancias e depois, simplesmente abandonar”, comenta.