Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 22 de Abril de 2021

Sidrolandia

Família de quadrigêmeas tem barraco roubado e ficam sem moradia

Odarir está preocupado com o destino da família depois que as quadrigêmeas tiverem alta do hospital

G1 MS

31 de Outubro de 2014 - 16:45

Denir Campos e Odair Cândido, pais das quadrigêmeas indígenas Eliza, Elizabete, Elizângela e Elizete, não têm para onde levá-las quando saírem da maternidade Cândido Mariano, em Campo Grande. O barraco onde a família vivia em Anastácio, foi roubado três vezes durante o tempo em que os pais estão acompanhando as recém-nascidas no hospital. O pouco que a família tinha em casa foi levado, até folha de telha.

Odarir está preocupado com o destino da família depois que as quadrigêmeas tiverem alta do hospital, mas afirma que vai reconstruir tudo de novo. "Começamos a ficar desesperados, porque logo elas vão ter alta e nem temos onde morar", ressaltou Odair, que antes trabalhava de diarista em uma fazenda.

As meninas completaram dois meses de vida na última terça-feira (28) e devem ter alta em duas semanas, segundo a equipe médica. Elas estão juntas no setor do Projeto Canguru, na maternidade Cândido Mariano, onde três delas ainda precisam ganhar peso para atingir 2 quilos. As quadrigêmeas nasceram de 31 semanas.

O casal tem outras quatro filhas, de 4, 7, 10 e 12 anos, que moram em Anastácio. As meninas estão na fazenda com uma tia. A família mora em um barraco de dois cômodos, às margens da BR-262.

Ajuda e doações

Por conta da condição financeira e social, a família das quadrigêmeas precisa de doações para as recém-nascidas, porque prepararam enxoval para gestação de gêmeas, apontada pelo único exame de ultrassom feito durante a gestação.

Por isso, uma campanha para recebimento de doações foi criada pela maternidade Cândido Mariano. A unidade informa que podem ser doadas fraldas. Roupas para meninas também serão aceitas. As doações podem ser feitas diretamente no hospital, localizado na rua Marechal Rondon, 2.644, Centro de Campo Grande.