Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 16 de Outubro de 2021

Sidrolandia

Fátima do Sul recebe 200 mudas de árvores para arborização urbana

Essas mudas serão distribuídas para o plantio e arborização urbana do município

Fátima News

22 de Março de 2011 - 09:11

O município de Fátima do Sul recebeu nas dependências da Escola Municipal Favo de Mel – Pólo, 200 mudas de arvores através do Programa Enersul de Arborização Urbana, uma ação orientada pela política de sustentabilidade da Rede de Energia.

Recebemos a visita do Engenheiro Florestal Samuel kaywá e o Técnico de Segurança da Enersul, Sr. Brasílio de Campo Grande, onde proferiram uma palestra aos alunos do 5º ano, professores e coordenadores da escola sobre Os cuidados com o Meio Ambiente, a importância da arborização urbana e Prevenção de choque elétrico com a comunidade.

Este momento foi marcado pelo plantio de uma muda de arvore no pátio da escola Municipal Favo de Mel – Pólo com a presença dos alunos, da diretora Eliane Giasson e a equipe da Secretaria de Educação, Esporte, Cultura e Turismo – SEMECT. As demais mudas foram encaminhadas à secretaria de obras sob a responsabilidade do Luiz Henrique Alberti, ele que é Secretário Municipal de Obras, Viação e Serviços Urbanos.

Essas mudas serão distribuídas para o plantio e arborização urbana do nosso município, pois entendemos a importância para a qualidade de vida das pessoas, trazendo conseqüências benéficas para a saúde e o bem-estar humano, ao provocar a purificação do ar, absorção de ruídos, a atenuação do calor e a satisfação psicológica.

A prefeita Ilda Salgado agradece o fornecimento das mudas e ressalta que a arborização urbana é um bem ambiental que compõe a complexa estrutura da cidade. Harmonizar a arborização com os elementos urbanos é um desafio de todos, que só se concretizará com ações conjuntas e participativas do poder público, empresas e comunidades. A arborização faz parte da paisagem e a identidade das cidades e relaciona-se com aspectos sociais, culturais, estéticos, econômicos e principalmente ecológicos, acrescenta a prefeita.