Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 19 de Maio de 2022

Sidrolandia

Fazendeiro é multado em R$ 450 mil por erosões e assoreamento de córrego

Os militares ambientais constataram a falta de conservação do solo, para o plantio, nas proximidades e em áreas de nascentes.

Midiamax

18 de Novembro de 2015 - 08:24

Fazendeiro de 38 anos foi multado em R$ 450 mil por processos erosivos na sua propriedade rural em Jateí, a 260 quilômetros de Campo Grande. O flagrante foi na tarde desta segunda-feira (16) por uma equipe da PMA (Polícia Militar Ambiental) de Dourados.

Os militares ambientais constataram a falta de conservação do solo, para o plantio, nas proximidades e em áreas de nascentes, bem como, a retirada das matas ciliares de um córrego que provocou o surgimento de voçorocas.

Os processos erosivos que abrangem área de aproximadamente nove hectares causaram o assoreamento quase total do córrego que cruza a propriedade, deixando apenas uma pequena lâmina d’água, em meio ao sedimento. Caso não haja a recuperação das matas ciliares e nascentes e a conservação adequada do solo na bacia, o córrego será totalmente destruído.

O proprietário, morador de Naviraí, foi autuado administrativamente e vai responder por crime ambiental de destruir área de preservação permanente. Se condenado, pode pegar pena de um a três anos de detenção.

A PMA determinou a interdição da área para proteção e recuperação, com proibição de atividades agrícolas e pecuárias. O proprietário também foi notificado a apresentar projeto de recuperação de área degradada junto ao órgão ambiental.