Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 29 de Janeiro de 2022

Sidrolandia

Ferrovias são tema de audiência pública em Dourados

Conforme informações do Ministério dos Transportes, o trecho entre Panorama e Dourados deverá ter 380 quilômetros de extensão

Campo Grande News

26 de Maio de 2011 - 10:00

A Câmara de Vereadores de Dourados realiza nesta quinta-feira (26), a partir das 19h, audiência pública com o tema “Dourados e Região nos Trilhos do Progresso”. O evento tem o objetivo de ampliar os debates sobre a inserção de Dourados nos projetos de implantação das ferrovias Norte-Sul e Ferroeste.

A audiência contará com a participação de José Francisco das Neves, diretor-presidente da Valec Engenharia, Construções e Ferrovias S/A, que é estatal vinculada ao governo federal que atua no ramo ferroviário. A expectativa é que o presidente da Valec confirme o traçado da Ferroeste e anuncie a previsão do cronograma de execução da obra.

A realização da audiência pública é uma proposição do vereador Dirceu Longhi, em parceria com o deputado federal Vander Loubet, com o deputado estadual Laerte Tetila e com o senador Delcídio do Amaral (todos do PT).

Ferroeste - O trecho em questão vai integrar mais um estado ao núcleo de fomento à produção ao longo da Ferroeste (Ferrovia da Integração Oeste). De Dourados a Cascavel, o percurso é de 350 km e a ferrovia está incluída na planilha de prioridades do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento).

Norte-Sul - A audiência também vai debater a implantação do ramal da Ferrovia Norte Sul planejado entre Panorama (SP) até Porto Murtinho (MS), passando por Dourados.

A Valec concluiu recentemente os estudos de viabilidade sócio-econômica da ferrovia, inicialmente chamada de “Integração Oeste”, mas que agora está sendo denominada “Integração do Pantanal”. A ferrovia terá de passar por Dourados para se tornar viável economicamente, já que a cidade é polo de produção agropecuária e industrial.

Conforme informações do Ministério dos Transportes, o trecho entre Panorama e Dourados deverá ter 380 quilômetros de extensão. A obra deverá demandar investimentos de pelo menos R$ 1,6 bilhão. A ferrovia Panorama-Dourados faz parte do trecho da Ferrovia Bioceânica, que sai do porto de Santos (SP), passa por Panorama, Dourados, atravessa o Paraguai, a Argentina e chega aos portos do Chile.