Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 25 de Outubro de 2021

Sidrolandia

Festival de Inverno de Bonito de 2013 começa nesta quarta-feira em MS

Reconhecida por belezas naturais e balneários de água doce, a cidade terá programação cultural até o domingo (4), com shows nacionais e regionais

G1 MS

31 de Julho de 2013 - 15:18

O 14º Festival de Inverno de Bonito começa nesta quarta-feira (31), às 20h (de MS), na Praça da Liberdade. O show principal da noite fica por conta da cantora Sandra de Sá, no palco da Grande Tenda.

Durante cinco dias de festival, a cidade de Bonito, a 300 km de Campo Grande, terá apresentações de música, literatura, teatro, cinema, dança, artes plásticas, artesanato e outras manifestações culturais, todas voltadas para a diversão, turismo e conservação ambiental. O slogan do evento é 'Mitos e Lendas – as histórias que a natureza conta'.

Reconhecida por belezas naturais e balneários de água doce, a cidade terá programação cultural até o domingo (4), com shows nacionais e regionais, na Grande Tenda e na Praça da Liberdade.

O cantor e compositor Renato Teixeira canta, a partir das 21h, na Praça da Liberdade. Em seguida, a partir das 22h30, será a vez da cantora Sandra de Sá, considera a rainha da Música Preta Brasileira. O show de abertura foi escolhido pela comunidade de Bonito por meio de voto popular na rádio local.

Na quinta-feira (1º), é a vez do cantor Diogo Nogueira se apresentar na Grande Tenda. Na sexta-feira (2), o show fica por conta da banda Paralamas do Sucesso e no sábado (3), a cantora Daniela Mercury anima o público do festival. O último dia de festival, domingo (4), terá apresentação dos palhaços Patati e Patatá.

Contos e causos

Em 2013, o festival homenageia o escritor brasileiro Monteiro Lobato, criador do Sítio do Pica-Pau Amarelo e personagens como Emília, Pedrinho e Visconde de Sabugosa. Outro homenageado é o Sr. Marcondes, um antigo morador de Bonito, que ficou conhecido na região por contar causos. Segundo a organização do festival, o morador foi condutor de comitiva por 45 anos na cidade, e entre seus causos mais famosos estão o da onça, da cobra e de uma criança que saiu viva de dentro de uma sucuri.

A mistura entre realidade, fantasia e natureza, representada pelas figuras de Monteiro Lobato e Sr. Marcondes, e histórias locais como 'a serpente de gruta' e 'o amor de Caicai na lenda das 700 luas' inspiraram a decoração de ambientes e programação da 14ª edição do festival.