Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 15 de Janeiro de 2021

Sidrolandia

Fim de Horário de Verão no próximo domingo reacende polêmica antiga

O médico cardiologista Luiz Alberto Ovando explica que o fim do Horário de Verão é benéfico para todos. Para ele, o horário especial nem deveria existir.

Campo Grande News

12 de Fevereiro de 2014 - 10:00

Quase quatro meses depois do início do Horário de Verão, o período que é de sofrimento para uns e de tranquilidade para outros chega ao fim nas primeiras horas do próximo domingo (16). A polêmica é antiga, mas toda vez que o horário antigo volta a valer a discussão volta à tona.

Para o vendedor Edicarlos Vieira, de 42 anos, o domingo representa a volta à rotina. “Eu prefiro muito mais o horário antigo porque nesse de verão o nosso corpo não se acostuma, leva tempo e quando estamos nos acostumando volta ao normal”, reclama.

Adepta das pedaladas diárias, a dona de casa Rosane Cristani, de 51 anos, explica que com o calor dos últimos dias, o horário de verão ou o antigo não representa muita diferença. Ela é um exemplo daqueles que não se importam com o horário antigo ou o de Verão. “Tá tão calor ultimamente que não faz diferença nenhuma, com o novo ou o horário velho tá tudo complicado”, explica.

O aposentado Virgolino Alves, de 63 anos, afirma que está literalmente contando as horas para o fim do horário de verão. “Não vejo a hora de voltar como era antes, não consigo de acostumar de jeito nenhum com esse horário”.

O médico cardiologista Luiz Alberto Ovando explica que o fim do Horário de Verão é benéfico para todos. Para ele, o horário especial nem deveria existir.

“É muito ruim, temos que acordar no escuro e isso traz malefícios para o nosso organismo, pois traz tensão e estresse. Sobre a desculpa de que o horário traz economias de energia, sabemos que não é verdade”, completa o médico que lembra sobre a importância de acompanhar o ciclo da claridade e do escuro nas horas de sono.

No próximo domingo, os sul-mato-grossenses precisam atrasar o horário em 1 hora. Em vigor desde o último dia 20 de outubro, o horário de Verão termina na madrugada deste sábado (15) para domingo (16) em Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Mato Grosso, Goiás, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo e o Distrito Federal.