Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 6 de Dezembro de 2021

Sidrolandia

Fraude em concurso em Três Lagoas não é comprovada, define MPE

O MPE abriu inquérito civil para apurar denúncia anônima, mas como a fraude não foi comprovada, o concurso, realizado em 2012, não vai sofrer alterações.

Midiamax

24 de Julho de 2013 - 09:10

A denúncia de esquema fraudulento em concurso público para a Câmara de Três Lagoas não pode ser comprovada. Pelo menos essa foi a definição do Ministério Público Estadual, que arquivou inquérito civil público que investigava a suposta ilegalidade.

Segundo a denúncia, candidatos teriam ‘vagas garantidas’ no concurso, e muitos nem teriam realizado a prova. A suspeita era investigada pela 2ª Promotoria de Justiça do Patrimônio Público e Social e das Fundações da comarca de Três Lagoas, que considerou não haverem provas para comprovar o esquema.

O MPE abriu inquérito civil para apurar denúncia anônima, mas como a fraude não foi comprovada, o concurso, realizado em 2012, não vai sofrer alterações.

O arquivamento foi relatado pelo conselheiro Belmires Soles Ribeiro e homologado, por unanimidade, pelo Conselho Superior do MPE, em reunião do dia 16 de julho, e publicado na edição desta quarta-feira (24) do Diário Oficial do órgão.