Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 11 de Agosto de 2022

Sidrolandia

Friboi alega que carne encontrada com formol foi contaminada depois de deixar a fábrica

A companhia disse que até agora, os laudos apresentados por eles são inconclusivos e sequer indicam a suposta quantidade de formol identificada na amostra de carne testada

Midiamax

07 de Dezembro de 2015 - 17:51

A JBS Friboi afirmou, por meio de nota, que a carne encontrada com formol em Umuarama/PR foi contaminada após deixar a fábrica de Naviraí. A empresa alega que não utiliza qualquer tipo de conservante em suas linhas de produção in natura, o que elimina a possibilidade da contaminação ter ocorrido dentro da unidade. 

Exames laboratoriais do Procon de Umuarama/PR descobriram a amostra de carne em outubro de 2014. Segundo a nota, a Friboi afirma que não utiliza e nunca utilizou formaldeído (formol) na linha de produção de suas fábricas de carne bovina. “Essa, ou qualquer outra fábrica da marca, não utiliza qualquer tipo de conservante em suas linhas de produção in natura”.

A empresa explicou que já prestou todos os esclarecimentos técnicos e enviou, em abril de 2015, ao Procon de Umuarama a documentação necessária que comprova que a fábrica nunca comprou a substância citada nos laudos. “Dessa forma, se o formol foi realmente identificado na amostra, a contaminação ocorreu após o produto ter deixado a fábrica”, cita a nota.

A companhia disse que até agora, os laudos apresentados por eles são inconclusivos e sequer indicam a suposta quantidade de formol identificada na amostra de carne testada. A empresa afirmou ainda que não foi autuada, nem recebeu qualquer tipo de multa, mesmo porque o processo ainda não foi encerrado.