Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 28 de Novembro de 2021

Sidrolandia

Funasa de MS participa de Conferência Regional do Meio Ambiente no interior do Estado

Os trabalhos foram realizados em Itaporã, onde também foi discutida uma nova parceria com o município.

Assessoria

05 de Agosto de 2013 - 08:20

A Fundação Nacional de Saúde de Mato Grosso do Sul participou nos últimos dias 24 e 25 de julho da 1ª Conferência Regional de Meio Ambiente de Itaporã e Douradina. No evento estiveram presentes o chefe do Serviço de Saúde Ambiental (Sesam), Antonio Carlos Vilharva, o chefe da Divisão de Engenharia e Saúde Pública (Diesp), Aristides Ortiz, e o assessor de gabinete do superintendente, Aparecido Teixeira, conhecido como Menga. Os trabalhos foram realizados em Itaporã, onde também foi discutida uma nova parceria com o município.

Os representantes da Funasa de MS estiveram na abertura da Conferência Regional para integrar os trabalhos e auxiliar nas discussões que fazem parte das ações realizadas pela Fundação. O evento contou com uma palestra, além do debate dos quatro eixos temáticos das conferências: produção e consumo sustentável, geração de emprego e renda, educação ambiental e redução de impactos ambientais. Após esta etapa foi realizado o debate para a escolha das propostas que serão levadas à IV Conferência Estadual de Meio Ambiente.

Itaporã e Douradina voltaram as ações desta Conferência também para a elaboração do Plano de Gestão Integrado de Resíduos Sólidos e implementação da coleta seletiva de resíduos urbanos. Além dos temas relacionados à IV Conferência do Meio Ambiente, onde a Instituição atua como uma das organizadoras, a Funasa foi tratar de novas parcerias.

Nova parceria com Itaporã

O chefe do Sesam, Antonio Vilharva, se reuniu com o secretário de Meio Ambiente de Itaporã, Claudemir Leite, para discutir uma política de educação em saúde ambiental. “A ação compreende a coleta da água das escolas municipal e estadual para análise, que será realizada pela bióloga da Fundação, Carla Grellmann. A previsão é de que os trabalhos sejam realizados na segunda semana de agosto, dependendo apenas da oficialização da parceria entre prefeitura e Funasa”, afirma Vilharva.

A análise será realizada no laboratório do Sesam que fica na sede da Fundação, pois os resultados demoram de 24 a 48 horas para ficarem prontos. Os trabalhos serão realizados pela Funasa em parceria com a Prefeitura Municipal e a Vigilância Sanitária por meio do programa Vigiágua, que visa a Vigilância Ambiental em Saúde relacionada à Qualidade da Água para Consumo Humano

Na semana seguinte o planejamento das ações prevê nova visita da Bióloga do Sesam nas escolas com a Unidade Móvel de Controle da Qualidade da Água (UMCQA), para orientar os alunos em um seminário sobre o consumo consciente e qualidade da água, além de abordar o tema dos resíduos sólidos urbanos.

O superintendente da Funasa de MS, Pedro Teruel, ressalta o último passo da parceria. “Após esta etapa de orientações pretende-se realizar uma reunião ampliada sobre resíduos sólidos. Integraremos os catadores de materiais recicláveis de Itaporã, representantes do município e a Unisol (Central de Cooperativas e Empreendimentos Solidários)”, afirma Teruel dizendo também que pretende acompanhar de perto a parceria com a prefeitura.