Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 5 de Dezembro de 2021

Sidrolandia

FUNASA de MS trabalha na perfuração de poços em assentamentos de Corguinho

A estrutura de abastecimento com reservatórios, ligações domiciliares e rede de distribuição ficará sob responsabilidade do Incra, e deve atender aproximadamente 70 famílias.

Assessoria

06 de Setembro de 2013 - 13:43

A Fundação Nacional de Saúde de Mato Grosso do Sul (FUNASA de MS), em parceria com o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária de Mato Grosso do Sul (Incra-MS), concluiu em Corguinho, a 89 quilômetros da Capital, a perfuração de dois poços no assentamento Liberdade Camponesa.

O primeiro poço, com profundidade de 168 metros deverá ter vazão de 8,3 m³/h (metros cúbicos por hora). No segundo, com 232 metros de profundidade, a vazão deverá ser de 4,5 m³/h. O projeto prevê a construção de três poços, mas o terceiro está aguardando o conserto de um dos equipamentos de perfuração para ser também concluído.

A estrutura de abastecimento com reservatórios, ligações domiciliares e rede de distribuição ficará sob responsabilidade do Incra, e deve atender aproximadamente 70 famílias.

A obra direta recebeu R$ 561.762,20 de recursos do Incra. Já os materiais e os insumos durante a etapa de perfuração foram custeados pela FUNASA, através da Superintendência do Estado de Mato Grosso do Sul, Suest-MS.

Para o superintendente da FUNASA de MS, Pedro Teruel, “possibilitar que os assentamentos de Mato Grosso do Sul tenham acesso à água é básico, e é imprescindível que seja de boa qualidade, pois isso reflete diretamente na saúde. Desta forma, é possível reduzir os impactos negativos na gestão da saúde pública, e direcionar os recursos de forma mais precisa para áreas que ainda precisam ser melhoradas”.