Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 27 de Novembro de 2021

Sidrolandia

Gazzin desiste de instalar Centro de Distribuição em Sidrolândia e decide por Nova Alvorada do Sul

A previsão é um investimento de R$ 18 milhões, com instalações de 18 mil metros de área construída e geração de 300 empregos diretos.

Flávio Paes/Região News

26 de Julho de 2013 - 15:58

Sidrolândia perdeu a disputa com Nova Alvorada do Sul pela instalação do centro de distribuição em Mato Grosso do Sul da rede de lojas Gazzin. Na quarta-feira diretores da empresa estiveram na cidade fazendo sondagens sobre os incentivos que a Prefeitura estaria disposta a oferecer para atrair o empreendimento. A previsão é um investimento de R$ 18 milhões, com instalações de 18 mil metros de área construída e geração de 300 empregos diretos.

Acabou prevalecendo a posição geográfica mais privilegiada (em termos de logística) de Nova Alvorada, localizada no entroncamento de duas mais movimentadas rodovias federais que cortam o Estado: a BR-163 e a BR-267, ligação com  Campo Grande (num extremo), Dourados  e a divisa de Mato Grosso do Sul com o Paraná e o Estado de São Paulo, no outro.

Nos últimos dois dias a Prefeitura se movimentou para garantir a Gazzin uma área de dois hectares na saída de Maracaju (onde seria instalado um laticínio e que foi doada ano passada a cooperativa de caminhoneiros). Na quinta-feira o prefeito se reuniu com os vereadores para obter a assinatura deles, se comprometendo a aprovar a doação.

Inicialmente o Grupo Gazzin pretendia instalar seu centro de distribuição em Campo Grande.  Em março do ano passado chegou a ser lançada a construção numa área de 5,7 hectares na região das Moreninhas. Como o atual prefeito da Capital, Alcides Bernal, não confirmou os incentivos, a empresa devolveu à área e decidiu transferir o CD para o interior do Estado.