Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 24 de Janeiro de 2022

Sidrolandia

Gerson Claro diz que projeto de renovação mudará cenário político de Sidrolândia

Gerson disse que o PDT esta aberto a discutir um projeto alternativo, independente de sigla partidária

Marcos Tomé/Região News

03 de Maio de 2011 - 20:10

O Advogado e especialista em gestão pública, Gerson Claro (PDT) afirmou durante lançamento do “Blocão da Renovação” em Sidrolândia que as forças políticas que envolvem os partidos PT, PDT e demais aliados por mudança, escreverão uma nova história no cenário político do município.

Para Gerson, se não haver mudança no campo administrativo nas próximas eleições a geração da década 60 não farão parte da história política administrativa do município em virtude do contínuo revezamento dos chamados “Coronéis” da gestão pública. “57 anos de emancipação dos quais aproximadamente 40, geridos por apenas três pessoas”, revela.

O Advogado ainda conclui que o povo sidrolandense terá de passar por um processo de mudança para visualizar o futuro. “Veja bem, não estou criticando aqueles já deram sua contribuição ao município, vejo que Sidrolândia é hoje o reflexo daquilo se plantou no passado e o atual Prefeito é um exemplo positivo de minha afirmação, porém, é preciso inovar para se criar oportunidades”, comenta.

Foto: Marcos Tomé/Região News

Gerson Claro

Gerson Claro diz que projeto de renovação mudará cenário político de Sidrolândia

Gerson disse que o PDT esta aberto a discutir um projeto alternativo, independente de sigla partidária. “Vamos discutir juntos o futuro do município e faço tal afirmação sem distinção, desde que seja uma ideia que represente a mudança. Estamos abertos ao PMDB, PSDB, PT, DEM e todas as demais agremiações que tiverem o pensamento de mudança, agora, vender projeto enlatado, não é comigo”, afirma.

Questionado se o PDT irá levar adiante uma possível candidatura, Gerson foi enfático ao afirma que o pleito de 2012 passa pelo partido. O Advogado disse que por uma questão de sobrevivência política o PDT deverá compor uma aliança que represente a renovação. “Somos um grande partido em Sidrolândia e precisamos apenas nos organizar”, comenta.

O PDT e PT historicamente sempre discutiram política de forma unificada e em se tratando de Sidrolândia não é diferente. Gerson acredita que não se pode discutir o futuro do município se não ouvir o campo, as pessoas que estão no interior; “são elas que irão necessitar de ações do poder público para alavancar seu desenvolvimento”, conclui.