Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 8 de Dezembro de 2021

Sidrolandia

Ginásio de Esporte será reaberto para a disputa da Copa Pindorama, diz secretário

O ginásio foi interditado no dia 9 de março ainda na administração interina de Ilson Peres, quando foi retirado o piso de taco, dois lances de arquibancada

Flávio Paes/Região News

20 de Setembro de 2013 - 08:18

Interditado há seis meses para reforma, o Ginásio de Esporte Olegário da Costa será reaberto nesta sexta-feira para a disputa da Copa Pindorama de Futebol de Salão que nesse ano terá sua 18ª edição. Ontem à tarde os funcionários da Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer, davam os retoques finais na pintura (parcial) do novo piso, concluíram a colocação das redes laterais de proteção.

Será aplicada uma pintura provisória delimitando as duas áreas de gol e o circulo central que será removida após a Copa Pindorama para a aplicação do material definitivo. O ginásio foi interditado no dia 9 de março ainda na administração interina de Ilson Peres, quando foi retirado o piso de taco, dois lances de arquibancada, além da remoção do alambrado.

A previsão era um investimento de R$ 200 mil com a inclusão de reparos na cobertura que apresenta muitas goteiras. Com alguns ajustes no projeto e adiamento de alguns itens da reforma (os reparos na cobertura, por exemplo),o custo caiu para pouco mais de R$ 52 mil também porque foi usada mão de obra da própria Secretaria.  Desde que a empresa colocou o piso há duas semanas os servidores estão trabalhando até as 21 horas para conseguir deixar a quadra em condições de uso nesta sexta-feira à noite. 

Eles fizeram a remoção dos alambrados, reparos na parte elétrica e hidráulica, quebraram os lances de arquibancadas para possibilitar o redimensionamento da quadra ao tamanho oficial (38 x 20) das modalidades de basquetel e handebol, além da pintura geral interna.

As dificuldades financeiras da Prefeitura e as mudanças no projeto de reforma retardaram o serviço que só foi retomado no início do mês. Ao invés de se colocar um piso de concreto revestido com resina acrílica antiderrapante, como o planejado inicialmente, optou-se por um material mais barato (o concreto polido) que só foi aplicado agora por causa da demora na instalação da empresa fornecedora em Sidrolândia.

Segundo o secretário de Juventude, Esporte e Lazer, o serviço estará pronto para disputa dos jogos abertos escolares. “O concreto do piso ainda não está curado o suficiente para aplicação da tinta epox que é o material definitivo. Foi aplicado um  fundo epóxi (selador de fixador) e sobre ele foi usada  uma tinta residencial que será posteriormente removida para aplicação da tinta epox que é a indicada para o revestimento da quadra”. De qualquer forma ele garante que não haverá prejuízo para o desempenho e a segurança dos atletas.

 D