Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 4 de Dezembro de 2021

Sidrolandia

Governador anuncia concurso para contratar 1,5 mil agentes e policiais

A autorização para as contratações foi decidida na semana passada em reunião com o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), WantuirJacini.

Campo Grande News

15 de Julho de 2013 - 09:34

Atendendo uma das reivindicações feitas durante greve das policias Civil e Militar, em maio deste ano, o governador do Estado, André Puccinelli (PMDB), anunciou a abertura de concurso público para contratar 1,5 mil agentes da Segurança Pública neste ano em Mato Grosso do Sul. Durante entrevista ao programa Tribuna Livre, da FM Capital, ele disse que serão contratados bombeiros (100 vagas já anunciadas), agentes penitenciários, policiais militares e civis.

 

A autorização para as contratações foi decidida na semana passada em reunião com o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), WantuirJacini.

 

“Ao todo serão 1.500 homens a mais em todos os setores das Policias Civil e Militar, Bombeiro Militar e agentes penitenciários”, garantiu. O peemedebista explicou que o acréscimo de pessoal nos batalhões só está sendo possível graças à queda no percentual de endividamento do Estado e, consequentemente, ao equilíbrio das contas do governo, após passar por um primeiro ano do segundo mandato um tanto quanto “difícil”.

 

“O equilíbrio das contas se fez e o índice de endividamento do Estado vem diminuindo em termos de percentuais, isso nos facilita o auxílio aos munícipes para que todos possam ter serviços de melhor qualidade”, explicou, citando que, além da segurança, outras áreas também serão contempladas como educação, obras e saúde.

 

Colaboração - André elucidou que mesmo com todo o esforço do governo estadual o desenvolvimento dos municípios depende muito dos prefeitos, principalmente dos que têm gestão plena na saúde. “Se prefeito não atua nas funções primordiais como gestão plena na área da saúde, a saúde fica por conta do Governo do Estado quando na verdade a responsabilidade é do prefeito”, esclareceu.

 

Ele lembrou que 19 cidades possuem gestão plena do SUS (Sistema Único de Saúde). Puccinelli até citou que Campo Grande tem gestão plena na área de saúde, que começou na gestão de Juvêncio César da Fonseca (PMDB) e foi concretizada na sua primeira gestão como prefeito, em 1997.