Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 3 de Dezembro de 2021

Sidrolandia

Governador vai executar projetos para garantir sustentação pelos próximos 50 anos

O governador também destacou que o Estado vai contar com duas ferrovias que terão papel decisivo para o fortalecimento da economia dos municípios

Noticias MS

19 de Fevereiro de 2011 - 09:09

Governador vai executar projetos para garantir sustentação pelos próximos 50 anos
Governador vai executar projetos que v - Foto: Rachid Waqued

O governador André Puccinelli destacou na terça-feira (15) de manhã, na Assembleia Legislativa, que sua meta nos próximos anos é realizar projetos que garantam a sustentação do crescimento de Mato Grosso do Sul pelos próximos 50 anos. Ele garantiu que vai dar atenção especial aos modais de transporte, realizando projetos estratégicos para o desenvolvimento com intervenções de grande porte na infraestrutura do Estado.

“Com pequeno mercado e um enorme potencial produtivo, Mato Grosso do Sul depende da modernização da estrutura logística para atração de novos empreendimentos e para a inserção de regiões menos competitivas na economia de escala”, ressaltou.

Ele informou que para a consolidação desta meta, quatro projetos já estão em execução, três estão na fase do projeto executivo e dois na etapa da viabilidade técnica e econômica. Entre as obras fundamentais para impulsionar o desenvolvimetno do Estado destaca-se a execução de 1.500 quilômetros de linhas de transmissão de energia, dois eixos de integração rodoviária (pavimentação da BR-359 e construção da rodovia Sul Fronteira) e a construção do Terminal Intermodal de Cargas de Campo Grande.

O governador também destacou que o Estado vai contar com duas ferrovias que terão papel decisivo para o fortalecimento da economia dos municípios. A Ferroeste vai ligar a região produtora de Maracaju/Dourados a Mundo Novo até o Porto de Paranaguá, no Paraná. Já a Ferrovia do Pantanal vai criar uma nova rota de escoamento da produção do Estado para o Porto de Santos, ligando São Paulo até Porto Murtinho, fronteira com o Paraguai.

André também destacou que na área da aviação, a prioridade é a construção do novo aeroporto internacional de Campo Grande, sendo que já reservou uma área de 1.381 hectares que deverá ser doada a Infraero, assim que a estatal assumir compromisso forma com um cronograma de obras e investimentos para construção do novo complexo aeroportuário para a Capital.

A luta pela federalização e pavimentação da MS-040, entre Campo Grande e São Paulo, e a construção do poliduto, também foram destacados por André Puccinelli como prioridades do seu governo nestes próximos quatro anos. Na área de logística de transportes, o governador lembrou aos deputados que já investiu mais de R$ 500 milhões na pavimentação de 509 quilômetros de rodovias, criando novos caminhos para o escoamento da produção agroindustrial. Outros R$ 72 milhões foram investidos na reforma e construção de 721 pontes, sendo 41 pontes novas de concreto.

Ele informou que por meio do desenvolvimento do Programa MS Forte, o Estado está realizando pavimentação de mais 757 quilômetros de rodovia, recapeamento de 808 quilômetros e implantação de 82 contornos viários e acessos urbanos. “Com isso, o Estado ganha mais 1.647 quilômetros de novas vias asfaltadas, interligando regiões produtores e áreas de grande produção de grãos”, destacou.