Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 8 de Maio de 2021

Sidrolandia

Governo começa a discutir reforma com dirigentes de sindicatos dos servidores nesta quarta-feira

O encontro será às 10h, no auditório do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul), na Avenida Desembargador Leão Neto do Carmo, no Parque dos Poderes.

Notícias MS

21 de Fevereiro de 2017 - 17:00

O Governo do Estado se reúne nesta quarta-feira (22) com presidentes e dirigentes dos sindicatos e associações que representam os servidores estaduais para o primeiro Fórum Dialoga do ano de 2017. O encontro será às 10h, no auditório do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul), na Avenida Desembargador Leão Neto do Carmo, no Parque dos Poderes.

Na pauta, o detalhamento da reforma administrativa entregue para análise da Assembleia Legislativa nesta terça-feira (21) com as medidas adotadas pelo Executivo para manter o equilíbrio fiscal do Estado. O outro item da pauta é o início das tratativas com as lideranças para reforma da previdência estadual, que tem previsão para ser enviada ao Legislativo em março.

O secretário de Estado de Governo e Gestão Estratégica (Segov), Eduardo Riedel, destaca que as discussões com servidores antecedem as medidas necessárias para melhorar o equilíbrio da previdência estadual, que este ano tem previsão de acumular R$ 1,1 bilhão em déficit, na diferença entre o que é arrecadado e o valor pago em benefícios para aposentados e pensionistas.

“Previdência não é do governo e não é do Estado, é dos servidores. Porém temos que ter muita maturidade pra discutir as providências necessárias e não deixar acontecer o que hoje vemos no Rio de Janeiro e no Rio Grande do Sul, onde o aposentado chega na boca do caixa e não têm dinheiro para receber porque no passado os gestores não foram responsáveis”, enfatiza.

Fórum – O Fórum Dialoga é um instrumento construído pelo Governo Estadual com objetivo de facilitar a interlocução com os servidores estaduais. Atualmente, é composto por lideranças de 47 entidades de classe representativas das diferentes categorias do funcionalismo.