Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 19 de Outubro de 2021

Sidrolandia

Governo lança dia 15 construção do Corpo de Bombeiros de Sidrolândia

O quartel dos bombeiros terá 700 metros quadrados de área construída, com previsão de custar R$ 1,5 milhão

Flávio Paes/Região News

31 de Julho de 2013 - 07:39

O governador André Puccinelli lança no próximo dia 15, as obras da sede do quartel da futura guarnição do Corpo de Bombeiros de Sidrolândia. A construção integra o pacote de R$ 1,2 bilhão que será apresentada pelo Governo que prevê investimento na pavimentação de estradas; a construção de hospitais em Dourados, Três Lagoas, a sede da Universidade Estadual  em Campo Grande.

O quartel dos bombeiros terá 700 metros quadrados de área construída, com previsão de custar R$ 1,5 milhão. A expectativa é que a obra fique pronta em janeiro e no máximo até março do ano que vem a cidade tenha o Corpo de Bombeiros. Segundo o comandante da corporação, coronel Ociel Ortiz, o Governo já recebeu a documentação de doação da área de 4 mil metros quadrados na saída para Campo Grande, onde será construído o quartel.

A previsão é que em março de 2014 a guarnição já esteja funcionando na saída para Campo Grande, com um efetivo de 20 homens, recrutados entre os aprovados no concurso que já está em andamento. O secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Jacini, lembrou que a instituição atualmente está mais bem preparada e equipada para atender a população de Mato Grosso do Sul.

“Temos 2 milhões de pessoas no Estado que são atendidas pelo Corpo de Bombeiros nas 30 unidades em 22 cidades. Os mais de 100 mil atendimentos vão desde salvamento mais complexos até atendimentos de ocorrências pelo telefone. Este é um atendimento inestimável para a sociedade”, enfatizou Jacini. Para o comandante geral do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul, coronel Ociel Ortiz Elias, a corporação no Estado vive um novo momento.

“Com estes investimentos estamos melhorando a estrutura a cada ano. Quando temos mais veículos e uma estrutura melhor podemos reverter este cenário a favor do atendimento da população. Para dar continuidade a essa melhoria o governador autorizou concurso para inclusão de 150 novos soldados, 20 oficiais, representando além de mais pessoal e equipamentos, condições para a corporação em prestar o melhor serviço à população de Mato Grosso do Sul”, relatou Ociel.

Dois caminhões que a Prefeitura adaptou e reformou no ano passado para os bombeiros, estão estacionados no pátio  da Secretaria de Obras. O aparecimento de problemas  no sistema de bombeamento, pode comprometer esta utilização. Os investimentos do governo do Estado para melhorias da corporação contam ainda com assinatura de um decreto para aplicação das normas do “Código de Segurança contra Incêndio, Pânico e outros Riscos”.

“Esse decreto vai reverter à receita de taxas e multas para que o Corpo de Bombeiros possa adquirir novos equipamentos, materiais, viaturas e estrutura física”, explicou o comandante do Bombeiro. Para agilizar o atendimento às vítimas e operacionalizar os serviços executados pelo Corpo de Bombeiros em Mato Grosso do Sul, a atual gestão investe na renovação da frota de veículos e equipamentos.

Os investimentos aumentaram a frota do Corpo de Bombeiros em 315%. Somente este ano foi disponibilizado 42 veículos, sendo: 15 UR’s (Unidades de Resgate); cinco ABT (Auto Bomba Tanque), caminhões de combate a incêndio com capacidade para cinco mil litros d’água; cinco AS (Auto Salvamento), caminhonete cabine dupla utilizada em ocorrências diversas; dez veículos utilitários para serviços de vistoria e sete motocicletas.

O Corpo de Bombeiros pode ainda contar com um Auto Tanque Reserva para o combate a incêndios. O caminhão foi doado pela Receita Federal ao Corpo de Bombeiros. Para reforma da unidade o governo do Estado investiu R$ 130 mil para transformar o caminhão em uma viatura equipada com tanque 30 mil litros de água e com uma auto-bomba que permite que o veículo faça o reabastecimento de viaturas menores de combate a incêndio.