Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 3 de Julho de 2022

Sidrolandia

Governo paralisa contrato de R$ 5,1 milhões do Aquário

O documento traz como justificativa para a suspensão a “consecução do sistema de suporte a vida e construção cenográfica”.

Correio do Estado

26 de Novembro de 2015 - 09:09

Depois de ser totalmente paralisada no início do mês, a obra do Aquário do Pantanal mais uma vez é assunto de publicação no Diário Oficial do Estado (DOE). Dessa vez, a Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul) paralisou contrato de R$ 5,1 milhões com empresa que executa o sistema de ar condicionado do Aquário do Pantanal.

No termo de paralisação assinado pelo secretário de Infraestrutura do Estado, Marcelo Miglioli, consta que o contrato ficará paralisado por 120 dias a contar do mês passado.

O documento traz como justificativa para a suspensão a “consecução do sistema de suporte a vida e construção cenográfica”.

Não fica claro, no entanto, se os dois serviços dados como justificado pelo Governo do Estado serão executados mesmo durante a suspensão oficial das obras, anunciada pelo Governo no início deste mês.

A OBRA

A obra emblemática da gestão de Puccinelli deveria ser inaugurada em novembro do ano passado e agora não há prazo para conclusão. O custo da obra, estima-se, passa dos R$ 300 milhões. Inicialmente, o Governo pretendia gastar R$ 87 milhões na obra.

Desde o fim do ano passado, milhares de peixes estão em quarentena em tanques improvisados na sede da Polícia Militar Ambiental. Nesta semana, a empresa que cuidava dos animais afirmou que milhares morreram em razão das mudanças climáticas.

Agora, o Imasul é responsável pelos animais e o contrato com a Anambi Análise Ambiental, no valor de R$ 5,3 milhões, foi rescindido.