Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 26 de Maio de 2022

Sidrolandia

Governo passado foi irresponsável ao criar aldeia em lugar insalubre’, diz David a aldeados da Nova Tereré

Lideranças cobraram das autoridades, solução imediata para muitos problemas enfrentados pela comunidade.

Marcos Tomé/Região News

19 de Novembro de 2015 - 15:45

O vereador e presidente da Câmara Municipal de Sidrolândia, David Moura de Olindo (PDT), teceu duras críticas ao governo do ex-prefeito Daltro Fiuza (PMDB) que em 2009, reassentou cerca de 50 famílias indígenas, numa área de 3,5 hectares localizada aos fundos do loteamento Morada da Serra.

O prefeito Ari Basso (PSDB), acompanhado no final de manhã de hoje do secretário de Governo, Ilson Peres, se reuniu com um grupo de moradores da aldeia Nova Tereré. Lideranças cobraram das autoridades, solução imediata para muitos problemas enfrentados pela comunidade, como por exemplo, a drenagem da água da chuva, coleta do lixo, encascalhamento das ruas, construção de escola e até a aquisição de uma nova área.

Depois de ouvir por mais de 60 minutos, reclames de algumas lideranças em tom de desabafo, David Olindo roubou a cena: “Não sou candidato à reeleição, portanto, não preciso ter papas na língua. Esta aldeia é fruto de um projeto eleitoreiro do ex-prefeito Daltro Fiuza, que a meu ver, foi um irresponsável”, dispara.

Na avaliação do presidente da Câmara, as famílias foram reassentadas numa área insalubre, sem ter havido se quer um estudo técnico se ali podia ter sido destinado à moradia. “O sofrimento de vocês reflete a falta de planejamento do governo passado, que no anseio obstinado pelo voto, jogaram estas famílias a mercê da sorte”.

Para Olindo não há outra saída; a prefeitura terá de tomar medidas paliativas emergenciais para amenizar o problema dos moradores, como por exemplo, o encascamento das ruas nos dois extremos da aldeia para facilitar o acesso do caminhão da Morhena, que faz a coleta do lixo e a instalação de manilhas nos pontos críticos, uma espécie de desvio da enxurrada.

Ari Basso garantiu que estas medidas serão adotadas a partir da próxima semana, mas que não há solução definitiva: “Só comprando uma nova área para realocar vocês”, explicou o prefeito que espera negociar uma área próxima a aldeia, onde sairá do papel um novo loteamento na chácara Califórnia. O vereador Waldemar Acosta (PDT), também participou da reunião.