Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 27 de Novembro de 2021

Sidrolandia

Gripe suína pode ter matado 16 pessoas em MS e já supera 2012

Em cinco dias, cinco pessoas morreram após apresentar os sintomas da gripe suína, sendo duas na Capital, uma em Ribas do Rio Pardo, uma em Bandeirantes e outra em Sidrolândia.

Campo Grande News

16 de Julho de 2013 - 10:56

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) investiga mais cinco mortes causadas pela vírus influenza H1N1, mais conhecida como gripe suína, em Mato Grosso do Sul. Já são quatro casos confirmados, todos na Capital.

No total, a doença pode ter matado 16 pessoas até hoje, conforme o boletim epidemiológico divulgado hoje (16). O número já pode ser o dobro do número de mortes registradas em 2012. Segundo o órgão, foram sete óbitos confirmados no ano passado.

Em cinco dias, cinco pessoas morreram após apresentar os sintomas da gripe suína, sendo duas na Capital, uma em Ribas do Rio Pardo, uma em Bandeirantes e outra em Sidrolândia.

Outros sete óbitos já estavam sob investigação na semana passada, quando eram três na Capital, dois em Coxim, um em Nova Andradina e outro em Tacuru. No ano passado, foram confirmadas sete mortes, sendo quatro em Campo Grande, uma Sidrolândia, uma em Coxim e outra em Ponta Porã.

Desde o dia 17 de maio deste ano, quando foi divulgado o primeiro boletim, o número de casos suspeitos da gripe suína (H1N1) no Estado são 366, sendo apenas 166 em Campo Grande.