Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 29 de Outubro de 2020

Sidrolandia

Há um ano morria ex-prefeito de Dourados, Ari Artuzi

Antes de morrer, Artuzi recebeu a notícia de que o juiz José Domingues Filho, havia julgado improcedente as ações civis públicas contra ele

Dourados News

23 de Agosto de 2014 - 09:17

Há exatamente um ano morria em decorrência de um câncer no intestino, o ex-prefeito de Dourados, Ari Valdeci Artuzi. No dia 23 de agosto de 2013, ele não resistiu à doença e seu óbito foi registrado às 22h30, no Hospital Evangélico.

Artuzi comandou a segunda maior cidade do Mato Grosso do Sul entre os anos de 2009 e 2010, quando foi preso após escândalos da Operação Uragano, desencadeada pela Polícia Federal e que além dele e o ex-vice-prefeito na época, Carlinhos Cantor, levou para a prisão legisladores, empresários e servidores municipais.

Vereador e deputado estadual antes de concorrer e vencer o pleito eleitoral de 2008 contra o atual mandatário do município, Murilo Zauith (PSB), o ex-prefeito foi diagnosticado com a doença em 2011.

Antes de morrer, Artuzi recebeu a notícia de que o juiz José Domingues Filho, havia julgado improcedente as ações civis públicas contra ele. Após velado em Dourados, o corpo do ex-prefeito foi translado para o Rio Grande do Sul, onde foi enterrado.