Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 22 de Outubro de 2020

Sidrolandia

Hospital de Sidrolândia reabre ambulatório após 45 dias de reforma

As obras abrangeram a parte estrutural do prédio, colocação de uma porta de vidro temperado, instalações sanitárias, além da troca do mobiliário e instalação de ar-condicionado.

Flávio Paes/Região News

07 de Dezembro de 2012 - 09:12

Foto: Rafael Brites/Região News

Prefeito Daltro Fiuza, Ademir Camilo (presidente da Sociedade Beneficente) e Tânia Rossato, Secretária de Saúde

O Hospital Elmiria Silvério Barbosa reabriu nesta quinta-feira as instalações do ambulatório que ficou 45 dias fechado para reforma. Neste período o atendimento foi mantido em salas improvisadas do hospital. Foram investidos R$ 30 mil, sendo R$ 16 mil de recursos da instituição e R$ 14 mil repassados pela Prefeitura.

As obras abrangeram a parte estrutural do prédio, colocação de uma porta de vidro temperado, instalações sanitárias, além da troca do mobiliário e instalação de ar-condicionado, aparelho de tv para  a recepção. O prédio estava em situação precária, com risco até de desabamento das paredes que foram erguidas sem “amarração” das colunas.

O ambulatório oferece consultas de médicos clínicos gerais, além de algumas especialidades, para pacientes que têm planos de saúde (PAX, Unimed, Cassems) além de particulares que pagam entre R$ 100,00 e R$ 150,00 pelas consultas. Seu funcionamento garante à população o atendimento na cidade de médicos especialistas.

O neurologista, por exemplo, vem a Sidrolândia uma vez por mês; o ortopedista , o neurologista, o otorrinolaringologista, uma vez por semana, cobrando R$ 150,00 pela consulta. O encaminhamento pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para atendimento gratuito em Campo Grande,  pode demorar de três a quatro meses.

No caso do ortopedista, são atendidos 80 pacientes por semana e muitos deles, precisam ir à capital, caso precisem por exemplo, de uma radiografia com laudo emitido por médico radiologista.