Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 4 de Dezembro de 2021

Sidrolandia

Idosos e bêbados são os que mais esquecem panela no fogo

Outro caso comum é de mães que saem de casa para buscar os filhos na escola e deixam o almoço no fogo.

Campo Grande News

20 de Julho de 2013 - 09:49

Não é raro o Corpo de Bombeiros atender ocorrências de princípio de incêndio por causa de uma panela esquecida no fogo. Embora a maioria dos casos não se agrave e fique apenas na fumaça, sem danos ou feridos, a situação é considerada até corriqueira em Campo Grande e requer atenção da população.

Segundo o capitão dos bombeiros Rafael Venâncio da Rocha, os casos mais comuns acontecem com idosos, que saem de casa e esquecem que colocaram panela no fogo, e pessoas embriagadas, que geralmente colocam algo para esquentar e acabam dormindo em seguida. Outro caso comum é de mães que saem de casa para buscar os filhos na escola e deixam o almoço no fogo.

“O pânico geralmente é causado porque os vizinhos se assustam com a quantidade de fumaça provocada pela panela no fogo”, explica o capitão.

De acordo com a orientação do Corpo de Bombeiros, é importante que, antes de sair de casa, as pessoas se certifiquem de que o fogo do fogão não está aceso. Em caso de viagem, a precaução deve ser maior e regra é de sempre fechar o fluxo de gás. “É importante que as pessoas criem este hábito no dia-a-dia”, alerta o militar.

Outro fator importante que capitão Venâncio ressalta é de não manter o gás de cozinha próximo ao fogão. “Se ocorrer algum vazamento e ele estiver próximo à chama, é perigoso haver uma explosão. Se estiver longe, evita ocorrência”, explica.

Panela de pressão – Ainda na cozinha das casas, outra ocorrência que sempre precisa do socorro do Corpo de Bombeiros é com panelas de pressão. São casos mais difíceis de acontecer, mas, em compensação, muito mais perigosos.

O capitão Venâncio explica que a explosão acontece quando a pressão interna se eleva, as paredes da panela não suportam pressão e explodem. Quando isso acontece, o militar afirma que quem estiver na cozinha provavelmente será atingido.

O acidente pode provocar cortes e queimaduras de 1º, 2º e até 3º grau. As principais partes do corpo que geralmente são atingidas são rosto, tórax e braços, conforme estatísticas do Corpo de Bombeiros.

Para evitar o acidente, o Corpo de Bombeiros dá a dica. É importante deixar a válvula de alívio da pressão sempre limpa, não encher mais do que a metade da panela, não abrir a panela quando ela estiver muito quente, observar o estado de conservação da borracha de vedação, ter atenção ao cozinhar leguminosas, que podem soltar película e entupir a válvula.

Essas precauções, de acordo com o capitão Venâncio, diminuem o risco de incêndio e acidentes domésticos que podem acabar com vítimas em estado grave.