Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 20 de Julho de 2024

Sidrolandia

INCRA lança a construção de 491 casas em Assentamento de Sidrolândia

Esse projeto prevê a participação do governo do Estado comum kit de materiais de construção no valor de R$ 1.200,00

Wilson Aquino

25 de Agosto de 2010 - 11:01

INCRA lança a construção de 491 casas em Assentamento de Sidrolândia
INCRA lan - Foto: Divulga

O INCRA vai construir mais 491 casas no Assentamento Eldorado II, em Sidrolândia. O/> lançamento das obras será nesta quarta-feira. A informação é de Sandra Maria Costa Soares, presidente da Fetagri/MS (Federação dos Trabalhadores na Agricultura de Mato Grosso do Sul), que participa do projeto de execução das obras.

Sandra Maria explicou que  no assentamento, que existe desde 2007, foram construídas primeiramente 85 moradias com recursos da Caixa Econômica Federal e mais 201 estão sendo construídas com recursos do INCRA, no valor de R$ 15 mil cada uma delas. Ao todo serão 777 casas que vão atender 100% das famílias do Assentamento Eldorado II, explica a presidente que está satisfeita com os resultados de construção de casas em assentamentos em todo o Estado.

Adão de Souza Cruz, secretário de Política Agrária e Meio Ambiente da Fetagri explicou que as casas que estão sendo construídas nos assentamentos têm recursos garantidos junto ao INCRA, no valor de R$ 44 milhões. “São casas com 74,79 metros quadrados/>, que atendem perfeitamente aos anseios das famílias de colonos assentados. Eles ganham mais conforto para viver com dignidade”, afirmou o diretor. 

A presidente da federação explicou ainda que esses R$ 44 milhões vão garantir habitação para famílias de 48 assentamentos no Estado. Desses, 17 que abrigam 2.294 famílias, já têm assegurados recursos da ordem de R$ 18,3 milhões. A Fetagri, que também participa do processo de construção das casas, pretende agilizar o processo para que os demais recursos sejam empenhados logo, até o início de setembro, com a construção das demais casas. “Todos os projetos são elaborados pela Fetagri, que tem o papel também de fiscalizar sua execução”, explicou Sandra Maria.

Nos assentamentos antigos onde os colonos não puderam esperar o governo locar recursos para construção de suas moradias, as famílias vão receber uma verba no valor de R$ 8 mil para promover reformas e ampliações das casas. Esse projeto também está previsto no orçamento do INCRA, já aprovados pelo Governo Federal.

DIGNIDADE

Rosa Custódio de Souza, moradora no Assentamento Estrela, em Jaraguari, é uma das contempladas com parte dos recursos de R$ 44 milhões do INCRA para construção de casas em assentamentos de Mato Grosso do Sul. Sua casa está sendo construída e aos poucos ela diz que sente a alegria de poder, breve, viver em sua nova casa com a família. Teremos mais conforto e dignidade morando numa casa bem projetada e segura para criarmos nossos filhos”, disse.

Outra moradora do local, Luzia Pereira, disse que as famílias de uma maneira geral, beneficiadas com esses recursos que a Fetagri buscou junto ao governo federal, através do “Grito da Terra Brasil” (movimento nacional encabeçado pela Contag), estão proporcionando maior dignidade para os colonos assentados para que possam trabalhar melhor suas terras.

Esse projeto prevê a participação do governo do Estado comum kit de materiais de construção no valor de R$ 1.200,00.